Com Maracanã vazio, Flamengo vence misto do Santos por 3 a 1

Time alvinegro larga mal no Brasileirão, mas foco continua sendo a disputa da Copa Libertadores da América

Alan Rafael Villaverde, estadao.com.br

11 de maio de 2008 | 20h05

 Marcos D'Paula/AE  Jogadores de Flamengo e Santos realizam partida sem torcida no Estádio do MaracanãSÃO PAULO - O que poderia ser uma prévia de um confronto histórico pela Libertadores foi apenas um jogo cercado por melancolia e sons de quero-queros. Sem a presença da torcida, o Santos, com um time reserva, perdeu para um desolado Flamengo por 3 a 1, na noite deste domingo, no Maracanã, em partida válida pela rodada de abertura do Brasileirão da Série A.Veja também: Ouça os gols da partida - transmissão Rádio Eldorado/ESPN - AM 700 Guia de clubes do Campeonato Brasileiro Bate-pronto: vexame paulista no Brasileirão Resultados e calendário  Leão reclama de erros do Santos diante do FlamengoA partida deste domingo seria o primeiro teste entre os dois clubes, uma vez que Flamengo e Santos tinham tudo para realizar uma das quartas-de-final da Copa Libertadores, mas o time carioca foi desclassificado pelo América (MEX) em pleno Maracanã, na última quarta. Já o clube santista eliminou o Cúcuta e segue vivo na competição.E, justamente por continuar na competição intercontinental, o Santos entrou em campo com um time reserva, a não ser pela presença do atacante Lima, do zagueiro Marcelo e do meio-campista Adriano. Já o Flamengo, que contava com a estréia do técnico Caio Jr, utilizou a mesma escalação do fatídico jogo contra o América.SEM TORCIDAPor ironia do destino, os jogadores do Flamengo não tiveram que enfrentar a ira de sua torcida, uma vez que sua entrada não foi permitida, por punição imposta pelo STJD por um rojão lançado por um torcedor rubro-negro no Brasileirão do ano passado.Sem se preocupar com as críticas, o Flamengo encontrou um Santos desentrosado e com a cabeça na Libertadores. Apesar da vontade dos jogadores santistas, o time mais experiente do Flamengo ditava o ritmo e criava algumas chances para abrir o placar, mas sem o ímpeto esperado.O Santos confiava na marcação para sair do Maracanã ao menos com um empate, mas a estratégia foi desmantelada com duas boas jogadas pelas laterais, iniciadas por erros dos jogadores santistas. Aos 29, o Flamengo desceu pela esquerda e Juan, com um leve toque, deixou Marcinho na cara do goleiro Douglas para abrir o placar.Atordoado, o jovem time do Santos não teve tempo sequer para reagrupar a marcação, sofrendo o segundo gol no minuto seguinte, quando Marcinho, com um belo toque de letra, encontrou Ibson livre para marcar.LEÃO IRRITADOApesar de escalar um time reserva, o técnico Emerson Leão esperava mais de seus comandados. Ao ver a falta de criatividade da equipe, o treinador promoveu as entradas de Vítor Júnior e Moraes nos lugares de Hudson e Paulo Henrique, respectivamente.A modificação deu um novo ânimo ao time santista, que dominou os primeiros 10 minutos da segunda etapa, mas sem criar uma jogada que pudesse assustar o goleiro Bruno. O Flamengo, por sua vez, esperava pelo erro adversário para contra-atacar, o que aconteceu a partir do 20.º minuto.  Flamengo 3 Bruno; Leonardo Moura, Leonardo, Ronaldo Angelim e Juan; Jaílton, Toró    , Kléberson (Cristian) e Íbson (Obina); Marcinho e Souza     (Diego Tardelli) Técnico: Caio Jr  Santos 1 Douglas; Felipi (Evaldo), Domingos    , Marcelo e Carlinhos; Hudson     (Vítor Júnior), Adriano, Adoniran e Paulo Henrique (Moraes); Wesley e Lima Técnico: Emerson Leão Gols: Marcinho, aos 29; Ibson, aos 30 minutos do primeiro tempo; Juan, aos 29; Moraes, aos 46 minutos do segundo tempoÁrbitro: Héber Roberto Lopes (PR)Renda: --Público: --Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro, RJCom dois laterais velozes, o Flamengo tratou de acabar com qualquer esperança santista aos 29 minutos, quando Léo Moura venceu o zagueiro Marcelo e cruzou para a chegada do outro lateral do time, Juan, que tocou na saída do goleiro Douglas para marcar o terceiro gol e decretar o placar, amenizando o baque sofrido com a desclassificação na Libertadores. O Santos ainda diminuiu aos 46 minutos, com um gol de pênalti de Moraes.VANTAGEM RUBRO-NEGRAComo alento à torcida rubro-negra, a vitória entra para a história do confronto, já que o Flamengo volta a ficar na frente nos embates, com 17 vitórias contra 16 do rival alvinegro. Além disso, esta é o primeiro triunfo do Flamengo em estréias do Brasileirão desde 2002.LIBERTADORESO Santos se prepara para o confronto diante do América pelas quartas-de-final da Libertadores, que acontece nesta quinta, na Cidade do México. Para a partida, o técnico Emerson Leão pretende manter a base que venceu o Cúcuta por 2 a 0, na Colômbia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.