Jospe Méndez/EFE
Jospe Méndez/EFE

Com Martínez em campo e dúvidas, Argentina treina no Beira-Rio

Apenas os 15 minutos iniciais do trabalho foram abertos à imprensa nesta sexta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

21 de junho de 2019 | 22h20

Cheia de interrogações, a Argentina treinou na tarde desta sexta-feira, no Beira-Rio, na preparação para enfrentar o Catar, domingo, na Arena do Grêmio, pela rodada final do Grupo B da Copa América, precisando de uma vitória para avançar às quartas de final.

Apenas os 15 minutos iniciais do trabalho foram abertos à imprensa, mas parece certo que o técnico Lionel Scaloni voltará a fazer mudanças na equipe após a derrota para a Colômbia por 2 a 0 e o empate por 1 a 1 com o Paraguai nos dois primeiros compromissos da Argentina na Copa América.

Um possível candidato a ganhar uma chance é o atacante Paulo Dybala, que recebeu um colete quando a imprensa deixava o Beira-Rio, indicando que poderá compor o trio ofensivo com Messi e Sergio Agüero. O jogador da Juventus, porém, ainda não atuou durante um minuto na Copa América.

Porém, a presença de Lautaro Martínez não está descartada. Afinal, o atacante da Inter de Milão tinha sido substituído contra o Paraguai por causa de uma pancada nos glúteos, mas participou normalmente do treino desta sexta-feira.

Também é possível que Scaloni altere o meio-campo, alvo de muitas críticas nesta Copa América. Leandro Paredes e Giovani Lo Celso devem ser mantidos, mas Guido Rodríguez e Marcos Acuña disputam a terceira vaga no setor.

Enquanto a Argentina treinava no Beira-Rio, centenas de torcedores se concentravam nos arredores do estádio entoando cânticos de apoio à seleção. Eles, porém, só viram os jogadores na chegada do ônibus da casa do Inter.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.