André Palma Ribeiro/Avaí
André Palma Ribeiro/Avaí

Com mistério, Avaí busca recuperação em casa contra o Grêmio

A principal novidade para o jogo é o lateral-direito Alex Silva, que ficou fora da estreia por questões contratuais

Redação, Estadão Conteúdo

01 de maio de 2019 | 07h06

O Avaí já sofreu a sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro. Em jogo com interferência decisiva do VAR, o time perdeu para o Atlético-MG por 2 a 1 no último fim de semana e começou mal a volta à elite. Sem muito tempo para treinar, o time vai receber o Grêmio nesta quarta-feira, às 19h15, na Ressacada.

A principal novidade para o jogo é o lateral-direito Alex Silva, que pertence ao Atlético-MG e não pôde atuar no último jogo por um acordo entre os clubes. Ele retorna ao time titular no lugar de Iury. Na frente, Getúlio jogou apenas 45 minutos no fim de semana e precisou ser substituído. Ele está se recuperando de uma forte gripe e não deve ter condições de jogo.

Geninho fechou o treino de segunda-feira e não deixou a imprensa acompanhar a movimentação, sem dar indícios sobre o retorno de Daniel Amorim e Igor Fernandes, poupados da última partida. Mesmo com o tom de mistério, o mais provável é que o treinador mantenha a base da formação que perdeu para o Atlético-MG.

Na visão de Geninho, o placar em Belo Horizonte não traduziu o que foi o jogo. O Avaí conseguiu jogar de igual para igual com o adversário e inclusive chegou a marcar o gol de empate com o zagueiro Betão, mas o VAR anulou o lance alegando que o jogador bateu com a mão na bola. Ainda assim, a estreia na Ressacada traz ao elenco a cobrança pelo resultado.

"O Avaí está no momento de mudar de patamar, não entrar como azarão da competição. O Avaí tem camisa e força para isso. Agora é colocar este pensamento não só na cabeça dos jogadores, mas de todo o clube. Temos que entrar pensando em coisas maiores, vamos mirar alto e parar de jogar no limite. Vamos tentar atingir objetivos mais altos para conseguir algo grande este ano", disse Betão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.