Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Com mudanças, Flamengo reencontra o Grêmio e procura assegurar a liderança

Mauricio Barbieri definirá escalação visando poupar atletas de acordo com o desgaste do elenco

Estadão Conteúdo

04 Agosto 2018 | 07h13

O Flamengo usará seu numeroso e caro elenco neste sábado, na segunda partida seguida diante do Grêmio. Com os duelos decisivos de três competições diferentes em sequência, o time deve ter mudanças no duelo em Porto Alegre, pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 19 horas.

+ Renê garante estar bem fisicamente no Flamengo e pede para enfrentar Grêmio

+ Flamengo anuncia contratação do volante paraguaio Piris da Motta

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

A equipe carioca volta a encarar o adversário gaúcho apenas três dias depois do empate em 1 a 1 entre os times, no duelo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Os dois ainda se enfrentarão outra vez, no dia 15 deste mês, para decidir quem avança às semifinais da Copa do Brasil.

O confronto deste sábado vale a manutenção da liderança do time rubro-negro, que tem 34 pontos, dois a mais que o segundo colocado São Paulo, e segue em grande fase na temporada, de modo que vem de quatro jogos sem derrota, sendo três deles pelo Brasileirão.

O lateral-esquerdo Renê, um dos titulares absolutos do técnico Maurício Barbieri e que pode ser poupado justamente por ter atuado em vários jogos consecutivos, acredita que o embate será diferente em relação ao que terminou em empate, apesar de crer que a estratégia do time gaúcho, que terá apenas reservas em campo, será a mesma.

"Amanhã é outro jogo. O Grêmio, mesmo se mudar, é muito difícil. Não muda muito na estratégia. Eles vão ter a mesma postura, posse de bola, infiltrações, como a gente. Esperamos fazer grande jogo de toda forma", disse o lateral.

Barbieri usará as informações referentes aos testes físicos realizados pelos jogadores na sexta-feira para definir a escalação. Os atletas mais desgastados serão preservados e podem nem ser relacionados para o duelo, enquanto os que têm atuado pouco, como Uribe e Vitinho, que chegaram há pouco tempo, e Berrío, que se recuperou de lesão recentemente, podem jogar. É difícil imaginar, porém, que haverá muitas mudanças na equipe, dada a importância do duelo e a proximidade do Flamengo com o São Paulo na tabela de classificação.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.