Cristina Quicler/ AFP
Cristina Quicler/ AFP

Com muitos abraços, Sevilla vence o clássico diante do Betis na volta do Espanhol

Se fora de campo todas as determinações do protocolo de segurança foram adotadas, dentro do gramado os jogadores abusaram na hora de festejar os gols

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2020 | 19h47

Após pouco mais de três meses de paralisação, o dérbi da Andaluzia marcou o retorno do Campeonato Espanhol, nesta quinta-feira. Com total domínio do jogo, o Sevilla derrotou o Betis, por 2 a 0, no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, pela 28ª rodada da competição.

Se fora de campo todas as determinações do protocolo de segurança foram adotadas e seguidas para evitar contágio da covid-19 entre as pessoas presentes ao evento, dentro do gramado os jogadores do Sevilla abusaram dos abraços na hora de festejar os gols.

Apesar do domínio completo da partida, o Sevilla só conseguiu marcar na etapa final. O primeiro gol foi do atacante argentino Lucas Ariel Ocampos, ao converter uma penalidade máxima, muito contestada pelos jogadores do Betis, aos 11 minutos. O sistema de alto-falante reproduziu o grito de comemoração da torcida.

O segundo gol foi brasileiro. Após levantamento na área, Ocampos deu um bonito toque e encontrou Fernando livre na pequena área. O volante só teve o trabalho de cabecear a bola para o fundo das redes.

Com a vitória, o Sevilla chegou aos 50 pontos e ratificou a terceira colocação no campeonato, que tem o Barcelona como líder (58 pontos), seguido pelo Real Madrid (56). O Espanhol tem dois jogos previstos para esta sexta-feira: Granada x Getafe e Valência x Levante.

O Barcelona defende a liderança no sábado, fora de casa, diante do Mallorca, enquanto o Real Madrid vai receber no domingo a visita do Eibar.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.