Com Muricy, São Caetano é mais ofensivo

A contratação do técnico Muricy Ramalho veio bem a calhar no São Caetano. Desde que ele chegou ao clube, o time voltou a vencer e o principal de tudo: voltou a marcar gols. Em três jogos foram nove. Só para efeito de comparação, com Tite o time marcou oito em cinco partidas.Aos poucos, o Azulão vai quebrando a fama de time que joga pelo empate. Só no Campeonato Paulista foram três vitórias consecutivas, contra Palmeiras, 1 a 0, Ituano, 3 a 2, e agora, Paulista, 5 a 1. Na Copa Libertadores venceu bem o The Strongest, por 4 a 2, e empatou fora com o Peñarol. "O time tem mostrado consistência e eficiência no ataque", confirma o próprio técnico, que continua invicto em cinco jogos.Para o atacante Fabrício Carvalho, que ganhou a posição de titular com a chegada do treinador, a explicação para tudo isso está no esquema tático. "O Muricy pede muita movimentação. Eu, o Marcinho, o Warley e o Gilberto nos revezamos na frente", explicou.Com o novo comandante, o São Caetano saiu do 3-5-2 e voltou ao 4-4-2, que segundo Fabrício "é muito mais ofensivo". Apesar da excelente vitória sobre o Paulista, domingo, o time do ABC não depende dos próprios resultados para passar à segunda fase. A equipe está no quinto lugar com 16 pontos, assim como o Marília, mas perde no número de vitórias (5 a 4).Para garantir a vaga, o São Caetano precisa vencer o União São João, domingo, em Araras, e torcer por um tropeço, empate ou derrota, do time mariliense contra o Oeste, em Marília.

Agencia Estado,

08 de março de 2004 | 16h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.