Edu Andrade/Agência O Globo
Edu Andrade/Agência O Globo

Com Neymar expulso, Santos busca empate com Grêmio no Olímpico

Donos da casa jogam melhor, mas última chance de gol é do time visitante: empate não agrada aos treinadores

DEMÉTRIO VECCHIOLI, Agência Estado

30 de setembro de 2012 | 20h33

O Grêmio fez uma aposta ao pagar R$ 100 mil ao Santos para poder usar Pará, emprestado pelos paulistas, no confronto deste domingo. O lateral fez até mais do que a parte dele, cavando a expulsão de Neymar. O time gaúcho, porém, não teve a competência de manter a vitória parcial, levou o empate quando já tinha um jogador a mais, e deixou o Olímpico nesta noite lamentando a igualdade em 1 a 1, válida pela 27.ª rodada do Brasileirão.

Por muito pouco o Santos não venceu. No último lance do jogo, aos 47, Felipe Anderson foi lançado desde o campo de defesa, saindo da linha do meio-campo, e, quando estava a um passo da área, sozinho com Rafael, recebeu o toque providencial de Léo Gago. Na falta, Bernardo carimbou o travessão e a expulsão do volante valeu dois pontos para os gaúchos.

Com o resultado, o Grêmio perde a chance de encostar no Atlético-MG na briga pelo segundo lugar, chegando a 50 pontos, enquanto o time mineiro tem três a mais. Já o Santos, com 34 pontos, caiu para o 13.º lugar, apenas sete pontos acima da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Grêmio torce pelo Santos, que joga diante do Inter, na Vila Belmiro. Os gremistas voltam a atuar em casa, diante do Cruzeiro.

O JOGO

Com Neymar, o Santos tem desempenho para ser campeão brasileiro. Sem ele, para ser rebaixado. O domingo era dia de bom resultado para o Santos, uma vez que Muricy tinha uma rara chance de escalá-lo no Brasileirão. Do outro lado, um time do Grêmio querendo se manter na briga pelo primeiro lugar. Ao redor, o Olímpico lotado.

Em bom momento, o Grêmio era mais perigoso, principalmente explorando as laterais. Na base de cruzamentos foram três boas chances. Aos 12, Pará cruzou e Marcelo Moreno mandou por cima. Aos 17, Anderson Pico colocou na área e o boliviano cabeceou no travessão. No minuto seguinte, Elano levantou e Gilberto Silva quem testou no chão, para ótima defesa de Rafael.

Parecia claro que o gol sairia numa bola alçada na área, mas o Santos mostrava não saber como evitar. Aos 32 minutos, logo após da primeira boa jogada de Neymar na partida, Zé Roberto bateu falta e Werley cabeceou no canto direito de Rafael.

O cenário, que já era bom para o Grêmio, ficou melhor no começo do segundo tempo. Aos 5 minutos, Neymar, capitão do Santos, abusou das reclamações ao árbitro Nielson Nogueira Dias pelas seguidas faltas sofridas e levou o amarelo. Um minuto depois, o atacante recebeu falta de Pará e pisou no adversário. Foi punido com a expulsão.

Era tudo que o Grêmio queria. Vencia e via o adversário perder 50% do time, conforme análise feita durante a semana por Muricy Ramalho. Os gaúchos acharam que podiam afrouxar a marcação e acabaram permitindo o gol de empate, aos 12 minutos. Felipe Anderson bateu escanteio, Durval resvalou e Bruno Rodrigo marcou.

No ataque, a pressão gaúcha se intensificou. Aos 18, um cruzamento de Anderson Pico passou centímetros à frente de Kléber, que estava pronto para marcar. Leandro também teve boa chance, após passe em profundidade de Elano, mas o garoto, na cara de Rafael, perdeu o equilíbrio e chutou para fora.

A bola até balançou as redes gremistas, aos 37 minutos, com André Lima, mas o lance estava paralisado porque o atacante dominou a bola com o braço.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 X 1 SANTOS

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Pará, Gilberto Silva, Werley e Anderson Pico (Léo Gago); Souza (André Lima), Fernando (Leandro), Elano e Zé Roberto; Kléber e Marcelo Moreno. Técnico - Vanderlei Luxemburgo.

SANTOS - Rafael; Ewerton Páscoa; Bruno Rodrigo, Durval e Gerson Magrão; Arouca, Adriano, Pato Rodríguez (Bernardo) e Felipe Anderson. Neymar e André (Bill). Técnico - Muricy Ramalho.

GOLS - Werley, aos 32 minutos do primeiro tempo, e Bruno Rodrigo, aos 12 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Nielson Nogueira Dias (PE).

CARTÕES AMARELOS - André, Ewerton Páscoa, Adriano, Neymar, Elano, Kléber, Pará e Zé Roberto.

CARTÕES VERMELHOS - Neymar e Léo Gago.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.