Williams Aguiar / Sport Clube do Recife
Williams Aguiar / Sport Clube do Recife

Com novas mudanças, Sport mira quebrar jejum de 11 jogos

Time pernambucano tem o pior desempenho dentre os 20 times desde o final da Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

02 Setembro 2018 | 07h04

Há 11 jogos sem vencer e tendo o pior desempenho de um time na Série A após o recesso da Copa do Mundo, o Sport busca a reabilitação diante do Paraná, neste domingo, às 16h, na Ilha do Retiro. O técnico Eduardo Baptista promete mexer, outra vez, no time titular para reencontrar o caminho das vitórias.

A principal ausência é a do volante Deivid, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Neto Moura e Nonoca disputam a vaga. Esta, no entanto, não será a única mudança. O lateral-direito Cláudio Winck e o lateral-esquerdo Sander voltam, enquanto o experiente zagueiro Durval foi bancado pelo treinador ao lado de Ronaldo Alves.

"Estou com a equipe definida, com uma dúvida no meio-campo entre Neto e Nonoca. Conseguimos aproveitar bem essa semana de trabalho. Consegui exigir um pouco mais dos jogadores e tentamos algumas jogadas que possam surpreender o Paraná, já que estou aqui faz pouco tempo. Mexi em algumas posições e espero que conquistemos um grande resultado", diz Eduardo Baptista.

Com o retorno dos laterais, Gabriel vai ser descolado novamente para o meio-campo, enquanto Marlone formará o trio de ataque com Rogério e Hernane Brocador. Nomes conhecidos do futebol brasileiro como Rafael Marques e Michel Bastos seguem como opções no banco de reservas.

O Sport é o 18º colocado do Brasileirão, com 20 pontos, contra 15 do Paraná, que aparece na lanterna. Este jogo deve ter um grande público, tendo em vista a promoção de ingressos confirmada pela diretoria, inclusive, com muitos ingressos ao preço módico de R$ 5.

A diretoria também continua atrás de reforços, uma vez que as inscrições acabam na segunda-feira. Há interesse no volante Edenilson e no atacante Matheus Peixoto, ambos do Bragantino, mas eles estão indo para o Coritiba, que disputa a Série B.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.