Dudu Oliveira/Fortaleza
Dudu Oliveira/Fortaleza

Com novidades, Fortaleza enfrenta Athletico-PR para encostar no G-6

Equipe de Rogério Ceni soma 24 pontos, seis de distância do Santos, primeiro time na zona de classificação da Libertadores

Redação, Estadão Conteúdo

07 de novembro de 2020 | 13h24

Com uma sequência exaustiva no mês de novembro, com jogos no meio e no final de semana, o Fortaleza poderá poupar alguns atletas pensando em não cair o rendimento no início do segundo turno do Campeonato Brasileiro. O técnico Rogério Ceni será, de qualquer forma, obrigado a mexer na equipe que enfrentará o Athletico-PR neste sábado, às 18h, na Arena da Baixada, pela 20ª rodada.

O treinador não poderá contar com Roger Carvalho, expulso na derrota diante do Fluminense por 1 a 0. O zagueiro Quintero segue fora, com dores na coxa. Por outro lado, Rogério Ceni poderá contar com o lateral Bruno Melo e com o defensor Paulão, que cumprirão suspensão automática no compromisso anterior. Os dois, inclusive, são cotados para iniciarem o duelo.

No entanto, Rogério Ceni deverá preservar o esquema que vem colhendo frutos com o Fortaleza, com um trio de mais velocidade no setor ofensivo, formado por Romarinho, Yuri César e David. A vitória é vista como essencial para o clube seguir nas primeiras posições, sonhando com uma vaga na Copa Libertadores de 2021.

"Esses são os jogos mais difíceis da competição. A equipe que está embaixo, obviamente, vai ver que faltam tantas rodadas e vai começar o segundo turno com um posicionamento totalmente diferente, jogando no contra-ataque. A nossa equipe gosta de trabalhar com a bola. Jogar contra essas equipes que estão na parte de baixo da tabela é muito mais complicado. É um time totalmente franco atirador, que está exposto, acaba mudando muitas vezes a parte tática da outra equipe. Temos que ter equilíbrio para buscar o resultado positivo", disse o zagueiro Paulão.

O Fortaleza vem fazendo uma campanha surpreendente. O time de Rogério Ceni tem 24 pontos e flerta com a zona de classificação à Libertadores. O Santos, em sexto, soma 30. No entanto, tem que superar o revés, por 1 a 0, diante do Fluminense, no Castelão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.