Com novo técnico, Atlético-PR ganha atacante árabe

Na chegada de Roberto Fernandes, clube paranaense anuncia Abdulla Al Kamali, de 18 anos

Agência Estado,

21 de maio de 2008 | 21h08

Roberto Fernandes foi apresentado nesta quarta-feira como o novo técnico do Atlético Paranaense, para o lugar deixado por Ney Franco, e prometeu um time guerreiro em campo. "Aquela filosofia de que treino é treino e jogo é jogo comigo não funciona. Comigo treino é jogo e jogo é guerra", filosofou o técnico, que começou o Brasileirão à frente do Náutico e deixou o time pernambucano como líder da competição. Ele já estréia no domingo, diante do Atlético Mineiro, na Arena da Baixada, e prometeu, por enquanto, manter a estrutura deixada pelo antecessor, para ir aos poucos implantando seu estilo. "Os jogadores já têm um entrosamento e isso será fundamental para o jogo de domingo", afirmou. "A equipe tem que tomar as ações do jogo e buscar a vitória do início ao fim." Roberto Fernandes não chegou a ser jogador profissional, e ficou conhecido por estrear no comando do Ferroviário, do Ceará, em 1997, com 26 anos - à época, ficou conhecido como o técnico mais jovem do Brasil. Treinou vários clubes das Séries B e C, e conquistou no ano passado seu único título como técnico, o de campeão do Distrito Federal, com o Brasiliense. REFORÇOO primeiro reforço do Atlético Paranaense sob o comando de Fernandes é o meia Abdulla Al Kamali, de 18 anos, nascido nos Emirados Árabes Unidos, que assinou um contrato de três meses com preferência para renovação. É a primeira vez que um jogador de origem árabe assina contrato com um clube brasileiro da primeira divisão. "Eu comemoro essa mudança em minha jornada esportiva, nos primeiros passos ao profissionalismo", disse o jogador, que atuava nas categorias de base do Al Wasl. "Kamali tem habilidades físicas e técnicas bastante desenvolvidas, considerando sua idade", elogiou o homem forte do Atlético, Mario Celso Petraglia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.