Divulgação
Divulgação

Com novo técnico, Vitória quer recuperação contra Botafogo

Equipe carioca não confirma escalação de Emerson Sheik e Carlos Alberto para partida deste domingo

Tiago Décimo, Agência Estado

25 de maio de 2014 | 08h53

SALVADOR - O novo técnico do Vitória, Jorginho, estreia no comando do time já na partida deste domingo, às 18h30, contra o Botafogo, no estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ), com a missão de iniciar a reabilitação da equipe no Campeonato Brasileiro. Com apenas cinco pontos nas seis rodadas disputadas, o time está na 15.ª posição, a apenas um ponto da zona de rebaixamento.

A chegada do novo treinador, após duas partidas em que a equipe foi comandada pelo interino Carlos Amadeu - derrotas em casa para Palmeiras (1 a 0) e Atlético Mineiro (3 a 2) -, animou o elenco. "Ele vai dar a chacoalhada que o time está precisando", afirmou o zagueiro Alemão, autor de um gol contra na partida contra o Atlético.

Pela falta de tempo de treinamento, o time deve ter poucas alterações na comparação com o que foi derrotado pela equipe mineira. As principais dúvidas estão no ataque: Marquinhos, que não deve renovar o contrato com o time, pode ceder a vaga a Willie, enquanto que Dinei e Souza disputam a vaga de centroavante.

No Botafogo, O atacante Emerson e o meia Carlos Alberto não treinaram na última sexta-feira. O meia, que estreou no meio de semana na derrota para o Grêmio, saiu de campo mais cedo sentindo a perna esquerda e será reavaliado antes da partida. Sua participação no jogo é difícil. Já o jogador de ataque foi poupado, mas deverá estar em campo.

Vindo de duas derrotas seguidas, o Botafogo precisa da vitória para não correr o risco de chegar à parada da Copa do Mundo entre os últimos colocados. "Temos que encarar esta próxima partida com muita força e com muita esperança de conseguir um bom resultado. Estamos precisando disso para sair desta situação", disse o volante Mário Bolatti. "Temos três jogos pela frente e a expectativa é de conquistarmos a maior quantidade de pontos possível. São partidas difíceis, mas temos time para inverter essa situação", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVitóriabotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.