Com números arrasadores, Espanha vence Tunísia por 3 a 1

O resultado não pode ter sido tão elástico na vitória da Espanha sobre a Tunísia por 3 a 1, nesta segunda-feira, em Stuttgart. Porém, a equipe européia goleou nas estatísticas. Só em posse, os espanhóis ficaram 66% da partida com a bola nos pés, contra míseros 34% dos africanos.Em finalizações então, a diferença foi ainda maior. A Espanha chutou 24 vezes contra a meta de Ali Boumnijel e acertou dez vezes o gol do arqueiro tunisiano. A seleção da Tunísia finalizou somente quatro vezes, mas mesmo com tão poucos chutes, teve uma média de acerto bem alta, pois só errou um. O domínio espanhol foi tão grande, que até nos escanteios eles arrasaram a Tunísia: 12 contra um.E um dado mais interessante ainda foi a lealdade da pressão espanhola. Os pupilos do técnico L´is Aragonés fizeram só nove faltas, já os africanos não aliviaram, cometeram 22 infrações e foram punidos com seis cartões amarelos. A Espanha levou dois.Mesmo com o meia Xabi Alonso sendo eleito o melhor jogador em campo, outro que brilhou foi o atacante Fernando Torres, que já é o artilheiro do Mundial, com três gols. Aliás seleção espanhola, com estas estatísticas mostrou porquê é uma das favoritas para o título da Copa do Mundo. Veja abaixo as estatísticas do jogo:Finalizações: Espanha, 24; Tunísia, 4 Finalizações certas: Espanha, 10; Tunísia, 3 Faltas cometidas: Espanha, 9; Tunísia, 24 Cartões amarelos: Espanha, 2; Tunísia, 6 Cartões vermelhos: Espanha, 0; Tunísia, 0 Escanteios: Espanha, 12; Tunísia, 1 Impedimentos: Espanha, 1; Tunísia, 6 Posse de bola: Espanha, 66%; Tunísia, 34% Melhor jogador da partida: Xabi Alonso (Espanha)(Com fifaworldcup.com)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.