Igor Emorim/ SPFC
Igor Emorim/ SPFC

Evento da Liga dos Campeões faz Palmeiras x Santos ser no estádio do Morumbi

Equipe alviverde vai utilizar o estádio do São Paulo para mandar seu jogo pelo Campeonato Brasileiro

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2020 | 07h17

O evento de um dos patrocinadores da Liga dos Campeões da Europa no Allianz Parque vai tirar o clássico entre Palmeiras e Santos do Morumbi. Na semana passada, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já havia anunciado que a partida seria no estádio do São Paulo, atendendo a um pedido do Palmeiras. 

Enquanto a bola estiver rolando no Morumbi, Paris Saint-Germain e Bayern de Munique estarão decidindo a Liga dos Campeões. E a Heineken vai realizar um drive-in no estádio do Palmeiras para os torcedores interessados assistirem a grande decisão da Champions. Na sexta e no sábado, também estão programados eventos na casa alviverde.

O time alviverde solicitou a alteração após ser comunicado pela WTorre, construtora do Allianz, que o estádio será utilizado para o evento. O jogo é válido pela quinta rodada e o São Paulo irá enfrentar o Sport em Recife, por isso, não haverá conflito de datas.

A arena palmeirense tem sido utilizada para a realização de diversos shows no formato drive-in, em que o público fica dentro de seus carros. O Arena Sessions, que começou em julho, vai até o dia 20 de setembro.

Neste ano, a administradora do estádio colocou gramado sintético na arena para que o local conseguisse receber os eventos e jogos em datas próximas, sem que isso atrapalhasse as condições do campo. Até o ano passado, o Palmeiras reclamou bastante de más condições da grama em razão de grandes eventos nos locais em datas próximas de jogos. Mas neste caso, o evento será no dia do jogo. Geralmente, quando não pode usar seu estádio, o Palmeiras mandava os jogos no Pacaembu, mas o estádio estará fechados para jogos de futebol até 2023

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.