Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Com o vice da Copa o Brasil, Corinthians terá mais dificuldade financeira em 2019

Fora da Libertadores na próxima temporada, time alvinegro deve encontrar problemas para encontrar novos patrocinadores, reforços e irá faturar menos na Arena

João Prata, O Estado de S.Paulo

19 Outubro 2018 | 11h00

Com o vice da Copa do Brasil, o Corinthians deixou de faturar R$ 30 milhões em premiação (a diferença entre o que foi pago ao segundo e ao primeiro colocados) e também perdeu a oportunidade de garantir vaga na Libertadores na próxima temporada.

Ainda existem mínimas chances de conseguir o lugar via Brasileirão. Mas, para isso, o time precisaria tirar 11 pontos de distância para o G6 em apenas nove rodadas. Se o milagre no torneio por pontos corridos não vier, será a terceira vez desde 2010 que o Corinthians ficará fora do torneio continental - as outras duas foram em 2014 e 2017.

Isso significa prejuízo milionário aos cofres do clube, pois dificulta a prospecção de patrocínios, diminui o valor arrecadado em jogos na Arena e também atrapalha na tentativa de contratações para 2019.

Neste ano, o torneio sul-americano pagou R$ 2,5 milhões aos times que disputaram a fase de grupos. Para 2019, o valor da premiação deve dobrar. O torneio continental dará em 2018 R$ 20 milhões ao vencedor e R$ 10 milhões ao vice.

O Corinthians está sem patrocínio master em sua camisa desde abril 2017. Na final da Copa do Brasil, conseguiu um acordo pontual. Em relação ao dinheiro arrecadado em seu estádio, das cinco maiores rendas na Arena três aconteceram na Libertadores de 2015, com média de pouco mais de R$ 3 milhões em cada um desses jogos.

Esses números só foram superados recentemente. Na semi da Copa do Brasil contra o Flamengo o clube arrecadou R$ 3,6 milhões. Na final de quarta-feira embolsou pouco mais de R$ 5 milhões, o recorde atual.

Apesar de faturar alto, a renda recorde ainda é inferior ao que o clube paga mensalmente no financiamento do estádio. Enquanto negocia com a Caixa para pagar parcelas menores, o Corinthians tem desembolsado R$ 5,9 milhões por mês pela Arena. 

O Corinthians agora volta as atenções para o Campeonato Brasileiro. No domingo, visitará o Vitória, fora de casa, pela 30ª rodada. O time alvinegro só voltará a jogar em casa no dia 27, contra o Bahia, às 19h. 

A expectativa é que os torcedores continuem prestigiando, apesar da situação no torneio por pontos corridos estar mais complicada - a equipe não vence há quatro jogos e está a quatro pontos do rebaixamento.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.