Com obras atrasadas, arena de Brasília será vistoriada em 15 dias

Arena será inaugurada em 18 de maio, a menos de 1 mês da abertura da Copa das Confederações

AE, Agência Estado

17 de abril de 2013 | 12h05

BRASÍLIA - Uma reunião entre o governo federal, a Fifa, o Comitê Organizador Local (COL) e o governo do Distrito Federal, na noite desta terça-feira, decidiu que uma nova inspeção no Estádio Nacional de Brasília será realizada em duas semanas para verificar o andamento final das obras. A arena, palco da abertura da Copa das Confederações, dia 15 de junho, teve sua entrega novamente adiada na última segunda-feira.

Inicialmente, a abertura da arena estava marcada para o próximo domingo, dia 21, mas o novo prazo agora é 18 de maio, a menos de um mês da partida entre Brasil e Japão, que vai dar o pontapé inicial da Copa das Confederações.

De acordo com nota emitida pelo COL na manhã desta quarta-feira, participaram do encontro o governador Agnelo Queiroz, o diretor-geral da Fifa no Brasil, Ron DelMont, o CEO do COL, Ricardo Trade, e o secretário executivo do ministério do Esporte, Luis Fernandes, entre outras autoridades ligadas ao estádio.

Ainda segundo o COL, Brasília apresentou o novo cronograma de trabalhos e ouviu da Fifa e do COL uma preocupação "com os prazos apertados e o curto período disponível para os eventos-teste que garantem o sucesso operacional de eventos da magnitude da Copa das Confederações".

A nota continua dizendo que o monitoramento diário e in loco das obras dos estádios e da contratação e montagem das estruturas temporárias também serão intensificados. "A Fifa e o COL voltam a ressaltar que é exatamente por desafios naturais encontrados em grandes obras - como a série de chuvas fortes observadas em Brasília - que os estádios devem ser entregues com a antecedência necessária e reforçam mais uma vez que atrasos como os observados não serão tolerados."

A mudança na data da inauguração não vai alterar a partida entre Santos e Flamengo, na rodada de abertura do Brasileirão, no dia 26 de maio. O jogo será um dos eventos-teste para a Copa das Confederações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.