JF Diorio|Estadão
JF Diorio|Estadão

Com oferta milionária, Palmeiras encaminha a venda de Gabriel Jesus

Atacante fica no clube até dezembro e depois deve jogar na Inglaterra

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2016 | 12h03

Gabriel Jesus está muito próximo de ser reforço do Manchester City por 32 milhões de euros (R$ 114,6 milhões). Após conversas com Barcelona, Real Madrid e  Juventus, o City apareceu correndo por fora e deixou o acerto com o jogador muito bem encaminhado e que deve ser sacramentado após a disputa dos Jogos Olímpicos. O Palmeiras já aceitou a oferta e o menino deve deixar o clube em dezembro e assinar um contrato de cinco anos. A informação é do jornal espanhol Sport e foi confirmada pela reportagem do Estado.

O Manchester United, embora tenha desconto no valor da multa do atacante, pretende enviar uma proposta ainda maior nos próximos dias - algo em torno de 35 milhões de euros, somando bônus por produtividade, dentre outros aditivos no contrato -, e um outro clube europeu também promete fazer uma proposta superior que a do City. Entretanto, a reportagem ouviu de pessoas que acompanham a negociação com  o o time de Pep Guardiola, de que Gabriel Jesus ficou bastante empolgado com a possibilidade de atuar no clube inglês e ser comandado pelo treinador  espanhol.

O diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, é quem negocia a venda do garoto. Gabriel Jesus está com a seleção brasileira olímpica e já avisou que não pretende assinar qualquer vínculo antes do término da competição. Além disso, o City deixou o acerto apalavrado, inclusive com a diretoria palmeirense, mas ainda não enviou um documento oficial confirmando a proposta, algo que deve ocorrer nos próximos dias.

O Barcelona foi o primeiro clube a demonstrar real interesse no atacante, mas não queria gastar mais do que 20 milhões de euros, valor que o Palmeiras não quis fechar acordo. O Real Madrid e a Juventus também apareceram interessadas, mas não chegaram a formalizar um acordo.

Apesar disso, representantes de Barcelona, Real Madrid, Manchester United e do próprio City vão assistir de perto os jogos da seleção brasileira para ver Gabriel Jesus em ação e ver como o garoto reage em situações diferentes do que jogar no Palmeiras. O City, olhará já pensando se vale a pena colocá-lo no grupo em dezembro ou emprestá-lo para outro clube europeu por seis meses. Já os rivais, ainda sonham tentar entrar na negociação e ficar com o atacante.

O acerto sendo concretizado, teoricamente o Palmeiras ficaria com 30% do valor (R$ 34,3 milhões), enquanto os empresários Cristiano Simões e Fábio Caran têm 22,5% (R$ 25,8 milhões cada) dos direitos econômicos do garoto e o próprio Gabriel Jesus tem 25% (R$ 28,6 milhões). Entretanto, existe a possibilidade do clube conseguir fazer um acordo com os agentes ou com o atacante e receber uma porcentagem maior da transação. 

A multa do Gabriel Jesus é de 40 milhões de euros (R$ 143,3 milhões) e cinco times têm desconto para levá-los, casos de Barcelona, Real Madrid, Manchester United e Bayern de Munique. Esses, pagariam 24 milhões de euros (R$ 86 milhões) pelo jogador de 19 anos. 

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.