Com oferta para renovar, Júnior deve deixar o São Paulo

A diretoria do São Paulo tenta evitar que a negociação para a permanência do lateral-esquerdo Júnior vire uma novela à la Mineiro. O jogador, entretanto, afirma não ter pressa para cuidar da prorrogação de contrato, que vence em 30 de agosto. Isso porque, antes de encerrar a carreira, Júnior pretende voltar a atuar no exterior. Neste caso, a renovação com o São Paulo vira segunda opção.?Deixei claro que gostaria de jogar fora do País ainda, mas não tenho nada concreto. Se nenhuma proposta aparecer, minha intenção é ficar no São Paulo por mais um ano?, afirmou o lateral à Rádio Globo. ?Como tenho contrato até agosto, não preciso tomar uma decisão imediata. Quero decidir com calma?, acrescentou o jogador de 33 anos, que já defendeu os italianos Parma e Siena, depois de deixar o Palmeiras em 1996.A diretoria do São Paulo já fez uma proposta para Júnior. O jogador conversou com o presidente Juvenal Juvêncio no fim da semana passada. Na conversa, foi combinado que o lateral daria uma resposta ao dirigente na terça-feira. ?Conversei com o Juvenal, tenho um carinho enorme pela diretoria, pelos jogadores e identificação com a torcida. Fiquei feliz por ele ter me chamado para a conversa, mas algumas coisas ainda podem rolar?, disse Júnior, em tom de despedida.O jogador cogita deixar o São Paulo desde o início de fevereiro, quando foi substituído por Jadílson no empate com o Santo André, por 1 a 1, pelo Paulistão. Desde então, o ala pentacampeão pela seleção brasileira na Copa do Mundo de 2002 (Japão e Coréia do Sul), vem começando as partidas no banco de reservas.Para evitar o desgaste com negociações demoradas, o São Paulo tenta adiantar conversas com vários atletas. Leandro, Bosco e Miranda já tiveram os contratos reformados, assim como André Dias, que nesta segunda acertou até o fim de 2010. Josué, que está na seleção, é o próximo alvo. O vínculo do volante termina no fim do ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.