Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Com oito desfalques, Loss ganha apoio da diretoria do Corinthians

Técnico tem vários problemas para escalar a equipe contra Vitória e Bahia

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

08 Junho 2018 | 11h01

Entre convocados para seleções e machucados, Osmar Loss tem pelo menos oito desfalques para escalar o Corinthians diante do Vitória, sábado, às 21h, na Arena Corinthians. Os constantes problemas para montar o time e a falta de tempo para treinar fazem com que o treinador ganhe o apoio da diretoria para seguir o trabalho sem qualquer risco de demissão. 

+ Corinthians negocia o empréstimo de lateral para clube português

+ Andrés nega desmanche no Corinthians e diz que só negocia a venda de Maycon

 

“Temos que ter paciência. Toda semana com jogos quinta e domingo, poucos dias de recuperação e tudo isso influencia. Mas temos que ter paciência, pois o time vai se acertar. Até a Copa, é o que eu falei: vamos sofrer. Infelizmente a realidade do futebol é essa, não se faz futebol do dia para noite”, analisou o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez. 

O dirigente ainda assegura que se precisar mudar alguma coisa para o time voltar a ganhar, poderá fazer alterações no elenco, mas não na comissão técnica. "Não começa com isso. Vocês falam sempre que tem que manter treinador, agora vocês não façam campanha para tirar. Muda o time, mas não muda o treinador”, cravou Andrés.

Para o jogo com o Vitória, Loss não poderá contar com Cássio e Fagner, ambos convocados para a seleção brasileira que disputará a Copa do Mundo. Ele ainda não terá o zagueiro Balbuena e o atacante Romero, que estão com a seleção paraguaia para um amistoso com o Japão, dia 12 de junho, na Áustria, e ainda Renê Júnior, Ralf, Clayson e Jadson se recuperam de lesão. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.