Valéria Gonçalvez / Estadão Conteúdo
Valéria Gonçalvez / Estadão Conteúdo

Com pagamento das cotas de TV, Ponte Preta acerta salários e põe contas em dia

Valor ajuda o presidente Sebastião Arcanjo a honrar alguns compromissos no Moisés Lucarelli

Redação, Estadão Conteúdo

14 de maio de 2020 | 18h14

Preocupada com os prejuízos provocados pela crise da covid-19, a Ponte Preta ganhou alívio momentâneo ao receber aporte referente às cotas de televisão. Nos últimos dias, a equipe campineira contou com o pagamento de parte de uma parcela da Federação Paulista de Futebol e da Confederação Brasileira de Futebol, relacionadas ao Campeonato Paulista e à Série B do Brasileiro.

O valor depositado na conta, mantido em sigilo, ajudou a diretoria executiva, presidida por Sebastião Arcanjo, a honrar alguns compromissos no Moisés Lucarelli.

Com grana no caixa e fôlego nas finanças, a Ponte pagou, com antecedência, os salários dos funcionários e ainda manteve em dia os vencimentos dos jogadores do elenco profissional e de pessoas jurídicas - advogados e assessoria de imprensa - do mês de abril.

Além de saldar as pendências do grupo principal, a Ponte também acertou o pagamento, na quinta-feira passada, dos atletas da categoria sub-20 - a garotada também está afastada dos treinamentos em decorrência da pandemia e não tem previsão de reinício do trabalhos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.