Sergei Ilnitsky / EFE
Sergei Ilnitsky / EFE

Com participação de brasileiro, árbitros treinam e fazem simulações antes da Copa

Sandro Meira Ricci concorre com usbeque e argentino para apitar primeiro jogo do Mundial

Gonçalo Junior, enviado especial a Moscou, Estadão Conteúdo

12 Junho 2018 | 09h26

O árbitro Sandro Meira Ricci pode apitar a partida entre Rússia e Arábia Saudita, na quinta-feira, na abertura da Copa do Mundo. Na manhã desta terça-feira, sete dos 35 juízes treinaram simulações com equipes sub-20 no campo do Lokomotiv em uma atividade aberta para a imprensa. Os outros candidatos principais para o jogo inicial são o usbeque Ravshan Irmatov e o argentino Nestor Pitana.

+ Fora da Copa, Blatter diz que vai à Rússia e admite 'saudades do púlpito'

+ Alisson diz que seleção chega em 'momento perfeito' para a disputa da Copa

Sandro Meira também está confirmado na coletiva de imprensa sobre arbitragem ainda nesta terça. Ele e o argentino Nestor Pitana foram escolhidos pela Fifa para a simulação.

Duas equipes sub-20 disputaram uma partida na qual foram simuladas situações de jogo para tentar enganar os juízes, que utilizaram a tecnologia de vídeo (VAR). Sete juízes se revezavam na arbitragem. Irmatov e os outros 27 árbitros fizeram apenas trabalho físico em outro campo, ao lado da arena do atual campeão russo.

 

A confirmação da lista dos árbitros da primeira rodada será feita antes da entrevista coletiva marcada para 11h (de Brasília). O trio brasileiro é formado por Sandro Meira Ricci, Marcelo Van Gasse e Emerson de Carvalho. O Brasil conta ainda com um árbitro de vídeo (VAR) na Copa: Wilton Sampaio.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.