Márcio Cunha / Chapecoense
Márcio Cunha / Chapecoense

Com passagens por São Paulo e Santos, Thiago Ribeiro acerta com a Chapecoense

Atacante de 34 anos chegou ao clube no início de agosto e passou por um período de avaliação física antes de assinar contrato

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de setembro de 2020 | 19h00

Demorou, mas Thiago Ribeiro finalmente foi oficializado nesta quinta-feira como o mais novo reforço da Chapecoense para a sequência da Série B do Campeonato Brasileiro. O atacante de 34 anos chegou ao clube no início de agosto e passou por um período de avaliação física para saber se teria condições de ser opção ao técnico Umberto Louzer. Aprovado, assinou contrato.

A última partida oficial de Thiago Ribeiro foi no dia 21 de fevereiro, quando defendia o Novorizontino, no Campeonato Paulista. Durante a paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus, o atacante não teve seu contrato renovado.

Ao anunciar a chegada do novo reforço, a Chapecoense destacou que ele foi artilheiro da Copa Libertadores de 2010 (defendendo o Cruzeiro), campeão mundial (pelo São Paulo, em 2005) e bicampeão brasileiro (também pelo São Paulo, em 2006 e 2007).

Revelado no Rio Branco-SP, Thiago Ribeiro defendeu ainda, além de São Paulo, Cruzeiro e Novorizontino, Santos, Atlético-MG, Bahia, Londrina, Guarani e Red Bull Bragantino. O atacante atuou ainda na França, na Itália e no Catar.

Apesar de ser a terceira colocada, com 16 pontos e dois jogos a menos que os líderes Paraná e América-MG, ambos com 17, a Chapecoense tem um dos piores ataques da Série B, com apenas sete gols, e por isso está reforçando o sistema ofensivo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.