Fabio Leoni / Ponte Press
Fabio Leoni / Ponte Press

Com passagens por São Paulo e Vasco, zagueiro Rodrigo confirma aposentadoria

Jogador de 38 anos ficou marcado pelo incidente com Santiago Tréllez, atualmente no São Paulo, no ano passado

Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2018 | 20h06

A polêmica e vitoriosa carreira de Rodrigo chegou ao fim nesta quinta-feira. Aos 38 anos, o ex-zagueiro de São Paulo, Ponte Preta e Vasco confirmou sua aposentadoria. Campeão brasileiro pelo São Paulo em 2008, além de ter conquistado títulos estaduais por onde passou, ele se despediu de forma melancólica. O zagueiro ficou marcado pela expulsão infantil no jogo entre Ponte Preta e Vitória no Brasileirão do ano passado.

Em um duelo direto contra o rebaixamento, a Ponte vencia por 2 a 0, quando, aos 20 minutos do primeiro tempo, Rodrigo introduziu o dedo nas nádegas de Santiago Tréllez - hoje no São Paulo - e foi expulso. Com um a mais, o Vitória virou em pleno Moisés Lucarelli e o resultado de 3 a 2 decretou a queda do time campineiro para a Série B.

Essa partida foi em novembro e desde então Rodrigo não atuou mais nenhuma vez. Em janeiro, a diretoria campineira anunciou a rescisão do contrato. O defensor, porém, entrou na Justiça cobrando o que tinha para receber. O valor não foi revelado oficialmente, mas giraria perto de R$ 2 milhões.

Revelado nas categorias de base da própria Ponte Preta, Rodrigo passou por São Paulo, Dínamo de Kiev-UCR, Flamengo, Grêmio, Internacional, Vitória, Goiás e Vasco, onde ficou por três temporadas e foi o clube com o qual criou maior identificação.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.