Rubens Chiri/ saopaulofc.net
Rubens Chiri/ saopaulofc.net

Com pé no freio, São Paulo roda elenco contra o Mirassol de olho em nova maratona

Equipe tricolor tem pela frente duelo com o Rentistas, no Uruguai, pela Libertadores

Toni Assis, especial para o Estadão, O Estado de S.Paulo

08 de maio de 2021 | 23h30

Com a classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista Sicredi 2021 garantida e a liderança isolada no Grupo E da Copa Libertadores assegurada, o técnico Hernán Crespo vai rodar o time. Para a partida no estádio José Maria de Campos Maia, às 16 horas deste domingo, o São Paulo terá uma escalação alternativa diante do Mirassol. Com titulares importantes no departamento médico, o desafio do elenco é manter o bom rendimento que o time do Morumbi vem apresentando até aqui.

Dono da melhor campanha desta fase, Crespo sabe que alguns jogadores estão começando a beirar o limite físico. Daniel Alves e Luciano sofreram estiramento na coxa contra o Racing. O atacante Eder é outro que engrossa a lista de atletas machucados. Outro ponto considerado pelo treinador para optar pelo time alternativo é a nova maratona que está prevista no caso de o clube avançar até a decisão do Estadual. Na hipótese de brigar pelo título que não é conquistado desde 2005, o São Paulo jogará seis vezes entre os dias 12 e 23 de maio.

Apesar do bom momento tanto no Estadual, como na Libertadores, Hernán Crespo entende que o time ainda precisa evoluir para alcançar objetivos maiores. "Devemos melhorar em muitos aspectos. Estamos no começo da temporada, fazemos muitos jogos, acredito que temos muita margem para melhorar. Continuamos acreditando que o São Paulo pode fazer uma grande Libertadores e um grande Paulistão", concluiu o técnico em declaração ao site oficial do clube.

Também classificado para as quartas de final, o Mirassol espera, contra o São Paulo, recuperar a confiança do grupo para a fase de mata-matas. Após os dois tropeços seguidos, Eduardo Baptista quer voltar a vencer para deixar o time ajustado. "Sabemos do nosso trabalho e da condição dos nossos atletas e a seriedade continua", afirmou o treinador. A equipe do interior lidera o Grupo D com 17 pontos, e pode ser alcançada na pontuação pelo Guarani, que tem 14. Para passar como o primeiro da chave, o Mirassol precisa, ao menos, empatar em casa.

Por isso, o treinador cogita deixar de fora alguns jogadores neste domingo. "Na verdade o nosso elenco é pequeno. Quem não entrar vai ficar no banco para alguma eventualidade durante o jogo. O grupo todo está focado na competição e pronto para jogar", explicou. Ele já poupou alguns jogadores na derrota por 2 a 1 para o Santo André, quinta-feira à noite no Canindé. Na lateral direita, por exemplo, Samuel Santos iniciou o jogo, mas depois entrou o titular Daniel Borges. Outros jogadores nem entraram em campo como o zagueiro Danilo Boza, o meio-campo Neto Moura e o atacante Fabrício. Eles podem voltar.

FICHA TÉCNICA:

MIRASSOL x SÃO PAULO

MIRASSOL - Alex Muralha; Daniel Borges, Danilo Boza, Reniê e Ernandes; Luís Oyama, Neto Moura e Souza; Lucas Silva, Fabrício e Diego Gonçalves. Técnico: Eduardo Baptista.

SÃO PAULO - Lucas Perri; Rodrigo Freitas, Léo e Diego; Igor Vinícius, Luan, Liziero, Igor Gomes e Wellington; Vitor Bueno e Pablo. Técnico: Hernán Crespo.    

ÁRBITRO - Thiago Duarte Peixoto.

HORÁRIO - 16 horas.

LOCAL - Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.