Marcos Freitas/Mirassol
Marcos Freitas/Mirassol

Com pênalti no fim, Guarani arranca empate contra o Mirassol

Time de Campinas fica com sete pontos na 2ª posição do Grupo B, que é liderado pelo Palmeiras, com dez

Redação, Estadão Conteúdo

03 Fevereiro 2019 | 13h18

A sina de 'Robin Hood' do Guarani no Campeonato Paulista continua. Depois de bater o São Paulo, o time de Campinas visitou o Mirassol, neste domingo, no Estádio José Maria de Campos Maia, pela quinta rodada, e ficou no empate por 2 a 2. Os gols do time da casa foram marcados pelo zagueiro Leandro Amaro, com passagens pelo Palmeiras e pelo próprio Guarani, e o empate saiu em pênalti duvidoso já nos acréscimos do segundo tempo.

Com o resultado, o Mirassol chega aos cinco pontos, na lanterna do Grupo C. Ferroviária e Corinthians lideram, ambos com sete pontos, seguidos por Bragantino, também com cinco.

O Guarani, com sete pontos, é o segundo colocado do Grupo B, que tem o Palmeiras na liderança, com dez. Novorizontino, também com sete, e São Bento, com dois, completam a chave.

Mais presente no campo de ataque no início da partida, o Mirassol conseguiu abrir o placar aos 24 minutos. Jean Carlos cobrou escanteio a meia altura, a defesa do Guarani não cortou e o zagueiro Leandro Amaro precisou se abaixar para completar de cabeça para o fundo do gol.

O Guarani tentou responder ainda no primeiro tempo, mas não teve forças para superar a defesa bem postada do Mirassol. Com muito calor no José Campos Maia, o jogo foi ficando mais lento e as emoções ficaram mesmo para o segundo tempo.

Logo no início da segunda etapa, os visitantes já reagiram. Aos três minutos, o experiente Thiago Ribeiro recebeu na meia esquerda e acertou lindo chute. A bola ainda sofreu um leve desvio e morreu no ângulo, sem chance de defesa para o goleiro Tiago Cardoso.

O empate, no entanto, não durou muito. Aos 23 minutos, novamente em cobrança de escanteio, o zagueiro Leandro Amaro ganhou da defesa do Guarani e, de cabeça, marcou seu segundo gol no jogo.

O empate só saiu aos 47 minutos do segundo tempo, em lance duvidoso. Em disputa dentro da área, a bola tocou na mão de Carlos Renato e o árbitro Thiago Luis Scarascati marcou pênalti. Diego Cardoso bateu bem e garantiu o empate.

Os dois times voltam a campo no próximo final de semana, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. No sábado, o Mirassol vai ao Pacaembu enfrentar o Santos. No domingo, o Guarani recebe o Botafogo no Brinco de Ouro, em Campinas.

FICHA TÉCNICA

MIRASSOL 2 X 2 GUARANI

MIRASSOL - Tiago Cardoso; Daniel Borges, Willian Alves, Leandro Amaro e Carlos Renato; Riccieli, Yuri (Lelê), Simião e Jean Carlos (Carlão); Rodolfo e Wilson (Felipe Augusto). Técnico: Moisés Egert.

GUARANI - Kléver (Giovanni); Léo Príncipe, Diego Giaretta, Ferreira e William Matheus; Romisson, Ricardinho, Felipe Amorim (Inácio), Thiago Ribeiro e Lucas Crispim; Diego Cardoso. Técnico: Osmar Loss.

GOLS - Leandro Amaro, aos 24 minutos do primeiro tempo. Thiago Ribeiro, aos 3, Leandro Amaro, aos 23, e Diego Cardoso, aos 47 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Thiago Luis Scarascati.

CARTÕES AMARELOS - Diego Giaretta e Thiago Ribeiro (Guarani).

RENDA - R$ 16.148,00.

PÚBLICO - 1.001 pagantes.

LOCAL - Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol (SP).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.