Cesar Greco/ Ag. Palmeiras
Cesar Greco/ Ag. Palmeiras

Com 'perdão' a Róger Guedes, Palmeiras volta aos treinos

Atacante ficou fora dos últimos três jogos para recondicionamento físico

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

25 Outubro 2017 | 19h37

A grande novidade do retorno do Palmeiras aos treinos após dois dias de folga foi a reintegração do atacante Róger Guedes. Depois de ter sido cobrado por jogadores e pela diretoria, o atleta foi afastado e ficou fora dos últimos três jogos para um programa de recondicionamento físico. Guedes treinava no mesmo horário dos outros atletas, mas fazia atividades diferenciadas. No retorno da equipe, ele participou do treino e deverá ser relacionado para pegar o Cruzeiro, segunda-feira, em casa.

+ Em 3 jogos no Palmeiras, interino Valentim acaba com o 'chutão'

+ Corinthians tem sete titulares pendurados e Palmeiras apenas dois

Durante o período, a diretoria evitou o termo “afastamento”. “Está treinando, normal. Não tem nada fora. O que tem é um direcionamento de coisas que ele precisa resgatar e também melhorar no recondicionamento físico que está fazendo. Utilizar ou não depende do Alberto Valentim ou de qualquer treinador que estiver no futuro. Tem contrato com o Palmeiras, é um ativo, a gente gosta muito dele, é um jogador, é importante. Está treinando, não foi afastado, não foi multado nem nada. Ele tem de fazer um recondicionamento que está sendo feito",  afirmou o diretor de futebol Alexandre Mattos.

Contratado pelo Palmeiras em abril do ano passado, o atleta recebeu aumento em janeiro deste ano depois de ser alvo de clubes da Europa. Seu contrato com o Palmeiras vai até março de 2021.

No treinamento desta quinta-feira, os atletas participaram de movimentações técnicas em campo reduzido. Na parte final, os meias e os atacantes aprimoraram finalizações. Michel Bastos, Willian e Guerra fizeram tratamento na parte interna do centro de excelência. Moisés realizou reforço muscular. O Palmeiras faz nesta quinta-feira um jogo-treino contra a Inter de Limeira, às 16h30.

 

Mais conteúdo sobre:
EuropaPalmeirasAlberto Valentim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.