Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Com 'pior' campanha na Libertadores, Colo-Colo quer surpreender Palmeiras

Time chileno está no mata-mata da competição como o time 16º classificado na fase de grupos

O Estado de S. Paulo

18 de setembro de 2018 | 11h00

A equipe chilena do Colo-Colo sonha com uma façanha diante do Palmeiras, nas quartas de final da Copa Libertadores. Os dois clubes começam a se enfrentar na quinta-feira, em Santiago, em duelo que vai opor os dois extremos da competição. O time brasileiro foi o líder da fase de grupos da competição, enquanto o adversário foi o pior classificado.

O Colo-Colo passou às oitavas de final com oito pontos, metade do que foi conquistado pelo Palmeiras, dono da melhor campanha. A equipe chilena só conseguiu passar da fase de grupos no saldo de gols em disputa com o Bolívar. Nas oitavas, eliminou o Corinthians por ter feito um gol fora de casa, pois no placar agregado empatou por 2 a 2.

Já o Palmeiras tem uma campanha    bem superior, com quatro vitórias em quatro compromissos fora de casa. O retrospecto impõe respeito aos chilenos. "É um time muito organizado. O Palmeiras tem rodado o elenco e conseguido bons resultados. É um elenco complicado, mas temos confiança no nosso trabalho e no nosso trabalho", disse o técnico do Colo-Colo, Hector Tapia.

O time vem de derrota no Campeonato Chileno por 4 a 2 diante do Everton, em Viña del Mar, no último dia 2. Após 22 rodadas na liga local, o clube é apenas o sexto colocado, com 36 pontos. O líder é o rival, Universidad Católica, com 45.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.