Tofik Babayev/AFP
Tofik Babayev/AFP

Com polêmica, clube do Azerbaijão cai na Liga Europa

Trio de arbitragem comandado pelo checo Miroslav Zelinka invalida gol do Qarabag ao marcar impedimento inexistente na jogada

Estadão Conteúdo

11 de dezembro de 2014 | 18h13

Era para ser o gol mais importante da história de seus 63 anos de vida. No último minuto do jogo contra a Internazionale, tradicional clube italiano com títulos continentais e mundiais, o Qarabag conseguiu vencer a meta defendida por Carrizo e, com o brasileiro Richard Almeida, marcou o gol que seria o da vitória por 1 a 0 e da inédita classificação de um clube do Azerbaijão a uma segunda fase de um torneio europeu - neste caso, da Liga Europa.

No entanto, o trio de arbitragem comandado pelo checo Miroslav Zelinka invalidou o lance, marcando impedimento inexistente na jogada. Mesmo depois do fim do jogo, os atletas do Qarabag não saíram do gramado e os torcedores não deixaram o lotado estádio Tofiq Bahramov, localizado em Baku, em protesto contra a decisão de anular o lance que seria histórico.

Com seis pontos após o empate sem gols, o Qarabag ficou na terceira colocação do Grupo F e perdeu a classificação para o Dnipro, da Ucrânia, que em casa bateu o lanterna Saint-Étienne, da França, por 1 a 0 e avançou ao chegar a sete. A Internazionale, já classificada na liderança, terminou a fase com 12 pontos.

Outro clube italiano que entrou em campo foi o Torino, que não decepcionou. Pelo contrário, goleou o Copenhague por 5 a 1, na capital da Dinamarca, e avançou como vice-líder do Grupo B, com 11 pontos. O outro classificado é o Brugge, da Bélgica, que ficou na ponta com 12 pontos ao ganhar do HJK Helsinque, da Finlândia, por 2 a 1.

No Grupo A, os favoritos Borussia Mönchengladbach e Villarreal avançaram. O time alemão bateu o Zurich, da Suíça, por 3 a 0, em casa, e ficou na liderança com 12 pontos. O clube espanhol ficou com um ponto a menos ao derrotar o Apollon Limassol por 2 a 0, no Chipre.

Em uma chave definida antes da última rodada, o líder Red Bull Salzburg fez a festa de sua torcida na Áustria ao golear o Astra, da Romênia, por 5 a 1. O time chegou a 16 pontos no Grupo D e ficou com o dobro do Celtic, da Escócia, que perdeu para o Dínamo Zagreb por 4 a 3, na Croácia.

No Grupo E, também com os classificados já conhecidos, o líder Dínamo Moscou confirmou os 100% de aproveitamento ao bater o PSV Eindhoven por 1 a 0, na Holanda. Ficou com 18 pontos, com incríveis 10 a mais que o próprio clube holandês. No duelo de eliminados, Panathinaikos e Estoril, de Portugal, empataram por 1 a 1, na Grécia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.