Com portões fechados, ABC é goleado pelo Paraná e aumenta jejum em casa

O ABC até saiu na frente, mas não conseguiu encerrar o jejum de vitórias como mandante na Série B do Campeonato Brasileiro. Sem torcida, o time potiguar foi derrotado pelo Paraná por 4 a 1, de virada, no estádio Frasqueirão, em Natal, nesta terça-feira, pela 13.ª rodada, e aumentou a série para oito jogos.

Estadão Conteúdo

14 de julho de 2015 | 21h45

A última vitória do ABC como mandante aconteceu no dia 14 de abril, pela quinta rodada do Campeonato Potiguar. De lá para cá, foram oito jogos - quatro derrotas e quatro empates. Desta forma, o time é apenas o 10.º colocado com 16 pontos. O Paraná, por sua vez, conseguiu respirar na luta contra a degola e subiu para 13.º com 15 pontos. Foi a primeira vitória do técnico Fernando Diniz no comando paranista.

A torcida do ABC não pode ver mais um tropeço do clube como mandante porque o time cumpriu suspensão pela punição imposta pelo STJD de jogar com portões fechados pelas confusões na partida contra o Paysandu, pela segunda fase da Copa do Brasil.

Ainda bem que não havia torcedor para assistir o primeiro tempo da partida, pois o nível foi muito baixo, sem grandes emoções. Os dois times criaram pouco e os donos da casa conseguiram marcar apenas na cobrança de pênalti, sofrido por Edno. O próprio camisa 10 foi para a bola e não deu chances para o goleiro Marcos.

Nem mesmo o gol foi capaz de mudar o comportamento do Paraná. O time visitante seguiu pouco inspirado, sem chegar efetivamente ao gol do adversário. O ABC também pouco produziu antes do intervalo.

O Paraná voltou melhor para o segundo tempo com a entrada do meia Rafael Costa no lugar de Éder. Logo aos três minutos, o time visitante chegou ao empate. A defesa do ABC bateu cabeça, não conseguiu fazer o corte e a bola sobrou para Danielzinho, que bateu firme para o fundo das redes.

O ABC sentiu o gol e mesmo sem receber vaias ou cobranças da torcida desmoronou psicologicamente e tomou a virada aos 13 minutos. Léo Costa enfiou boa bola para Henrique do lado esquerdo. O atacante dominou e finalizou na saída de Saulo. A defesa potiguar ficou na bronca com o árbitro baiano Lúcio José Silva Araújo, que trombou com o jogador do ABC que estava na marcação.

Sem forças para se recuperar, sofrer o terceiro gol era questão de tempo e ele veio aos 23 minutos. Ricardinho fez jogada individual pela direita e deu um leve toque, na saída do goleiro para ampliar para o Paraná.

No final, o técnico Gilmar Dal Pozzo encheu o ABC de atacantes, foi para o tudo ou nada, mas a derrota foi confirmada após gol de Lucas Pará, aos 45 minutos. Ainda bem que a torcida não viu.

Pela 14.ª rodada, o Paraná volta a campo contra o Macaé, na próxima terça-feira, às 19h30, em Macaé, no interior do Rio de Janeiro. Já o ABC ganha folga de mais de 10 dias e encara o Sampaio Corrêa apenas no próximo dia 25, às 16h30, no estádio Castelão, em São Luis.

FICHA TÉCNICA

ABC 1 x 4 PARANÁ

ABC - Saulo; Reginaldo, Leandro Amaro, Sueliton e Marcílio; Fábio Bahia, Rafael Miranda, Dedé (Wellington Bruno) e Bismark (Bruno Luiz); Edno (Rafael Oliveira) e Fabinho Alves. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

PARANÁ - Marcos; Ricardinho, Luiz Felipe, Luciano Castán e Rafael Carioca; Jean, Éder (Rafael Costa), Washington e Danielzinho; Henrique (Lucas Pará) e Fernando Vianna (Léo Coelho). Técnico: Fernando Diniz.

GOLS - Edno (pênalti), aos 23 minutos do primeiro tempo; Danielzinho, aos 5, Henrique, aos 13, Ricardinho, aos 23, e Lucas Pará, aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Edno, Fabinho Alves e Reginaldo (ABC); Jean e Rafael Costa (Paraná).

ÁRBITRO - Lúcio José Silva Araújo (BA).

RENDA E PÚBLICO - Portões fechados.

LOCAL - Estádio Frasqueirão, em Natal (RN).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BABCParaná

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.