Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Com portões fechados, Vasco estreia com derrota para o Bangu em São Januário

Nenê é expulso e cruzmaltino cai em casa por 2 a 0 no primeiro jogo pelo Campeonato Carioca

Estadão Conteúdo

18 Janeiro 2018 | 21h58

O Campeonato Carioca começou complicado para o Vasco, nesta quinta-feira, com derrota por 2 a 0 para o Bangu, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, em partida que fechou a primeira rodada. O jogo foi disputado com portões fechados devido ao momento de indefinição política do clube cruzmaltino.

+ TEMPO REAL: Confira a narração da partida

Como não havia ninguém que ficasse como responsável legal pela partida, optou-se por disputar o jogo sem a presença de público. Tanto Eurico Miranda quanto Julio Brant, que disputam a presidência na Justiça, estavam em São Januário acompanhando a derrota na estreia.

Com o resultado, o Bangu fica na liderança do Grupo B ao lado do Flamengo, que estreou com vitória por 2 a 0 sobre o Volta Redonda. Nova Iguaçu e Cabofriense, que empataram por 1 a 1, têm um ponto cada, enquanto que apenas Vasco e Volta Redonda não pontuaram.

O JOGO

O Vasco foi superior na primeira etapa e teve mais posse de bola, mas errava muitos passes, desperdiçando oportunidades de levar mais perigo ao gol defendido por Célio Gabriel. Na melhor chance cruzmaltina antes do intervalo, Nenê cobrou escanteio e Evander cabeceou na trave. No entanto, a resposta do Bangu foi fatal. Marcos Junior aproveitou cruzamento da esquerda e ajeitou para Rodney bater cruzado, acertando o canto direito de Martín Silva e abrindo o placar aos 41 minutos.

Mesmo perdendo, o Vasco não conseguiu imprimir uma pressão no segundo tempo. O time do técnico Zé Ricardo via o adversário ficar com a bola e criar as principais chances enquanto buscava uma escapada em contra-ataques.

Aos 16 minutos, o argentino Desábato entrou no lugar do zagueiro Luiz Gustavo para tentar dar mais dinâmica ao meio de campo, mas também teve dificuldade para organizar as jogadas, mostrando falta de ritmo típica do início de temporada como a maioria de seus companheiros.

Aos 37 minutos, após cruzamento da esquerda, Anderson Lessa, que veio do banco de reservas, completou para as redes. Controlando a partida sem sustos, o Bangu conseguiu administrar a vitória até o apito final e largou muito bem no Estadual. No último minuto, Nenê ainda cometeu falta, reclamou com o árbitro e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso e desfalcando o Vasco na próxima rodada.

Os dois times voltam a campo neste domingo, no Rio de Janeiro, pela segunda rodada do Campeonato Carioca. O Bangu enfrenta o Volta Redonda, no estádio de Moça Bonita, e o Vasco recebe o Nova Iguaçu em São Januário, novamente com portões fechados.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 x 2 BANGU

VASCO - Martín Silva; Yago Pikachu, Luiz Gustavo (Desábato), Ricardo e Henrique; Wellington (Caio Monteiro), Evander (Andrey), Nenê e Wagner (Guilherme Costa); Paulinho e Andrés Rios (Paulo Vitor). Técnico: Zé Ricardo.

BANGU - Célio Gabriel; Valdir, Michel, Dalton (Rogério Xodó) e Guilherme; Marcos Júnior, Rodney (Oliveira), Magno e Almir (Leonardo Jesus); Sidney (Everton Sena) e Nilson (Anderson Lessa). Técnico: Alfredo Sampaio.

GOLS - Rodney, aos 41 minutos do primeiro tempo; Anderson Lessa, aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Andrés Rios (Vasco); Michel (Bangu).

CARTÃO VERMELHO - Nenê (Vasco).

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães.

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.