Divulgação/Goiás
Divulgação/Goiás

Com possível estreia de Rafael Moura, Goiás encara lanterna Avaí

Time soma 15 pontos na tabela de classificação, brigando ponto a ponto por uma vaga dentro da zona de classificação para Copa Libertadores

Redação, Estadão Conteúdo

21 de julho de 2019 | 14h22

O Goiás tenta esquecer a goleada sofrida por 6 a 1 diante do Flamengo neste domingo, às 19h, na partida frente ao Avaí, na Ressacada. O técnico Claudinei Oliveira não poderá contar com o atacante Leandro Barcia, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O substituto, conforme os treinos durante a semana, será Renatinho. O trio ainda será composto por Michael e Kayke.

"Sentimos muito a derrota até pelo o que o nosso time vem apresentando no campeonato. Eu particularmente não consegui digerir no momento, demorei para me recuperar, porém toda derrota serve de ensinamento. O futebol nos dá agora uma nova oportunidade para escrever uma nova história. Temos que fazer uma ótima semana de treinamento para retomar a postura dos últimos jogos", afirma o atacante Kayke.

O treinador poderá contar com o principal reforço da equipe para a temporada. Rafael Moura foi apresentado na última quinta-feira e apareceu no último minuto no Boletim Informativo Diário da CBF. Sem condições físicas ideias, o atleta deve ficar no banco de reservas, como pediu em sua apresentação.

"Não conversei com ninguém, assinei o contrato recentemente, não sei se haverá tempo para eu estrear domingo. Estou treinando de manhã e de tarde para entrar no ritmo. Se eu tiver que jogar domingo, que seja. Senão, se eu posso estar relacionado, preciso viver novamente esse dia a dia", diz o atacante.

No entanto, Claudinei Oliveira chegou a fazer alguns testes durante a semana. O treinador colocou Marlone no lugar de Giovanni Augusto e Léo Sena na vaga de Yago. Ambos, porém, devem ficar como opções no banco de reserva.

Apesar da derrota contra o Flamengo, o Goiás soma 15 pontos na tabela de classificação, brigando ponto a ponto por uma vaga dentro da zona de classificação para Copa Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.