Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Com presença de ex-jogadores, corpo de Carlos Alberto Torres é velado na CBF

Sepultamento do ex-jogador está marcado para às 11h desta quarta-feira

Marcio Dolzan, Rio de Janeiro, O Estado de S.Paulo

25 Outubro 2016 | 22h33

O corpo do Capitão do Tri, Carlos Alberto Torres, começou a ser velado na noite desta sexta-feira na sede da CBF, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Ele chegou ao local às 21h35. O sepultamento do ex-jogador está marcado para às 11h desta quarta-feira, no Cemitério do Irajá, na zona norte da cidade.

Dezenas de pessoas, incluindo vários ex-jogadores, como o ex-atacante Bebeto, os ex-zagueiros Ricardo Rocha e Gonçalves e o sérvio Petkovic, estiveram no auditório da CBF para prestarem uma última homenagem.

"É uma perda muito grande. Deixa um exemplo muito grande como pessoa, como dirigente, como treinador", disse o ex-zagueiro Mauro Galvão, que também foi ao local. "Ele comandou um dos maiores times em 1970, mas fora de campo eu também pude conhecê-lo. Era um cara muito tranquilo e preparado."

O técnico do Flamengo, Zé Ricardo, também lamentou a morte do capitão do tricampeonato mundial da seleção brasileira. "Foi um dos maiores laterais de todos os tempos, e que sirva de inspiração para todos os que estão começando", disse Zé Ricardo, que classificou a morte de Carlos Alberto como "uma grande perda".

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.