Com presença de presidente, Atlético-MG faz treino fechado

Equipe está se preparando para enfrentar o Grêmio na final da Copa do Brasil

Estadão Conteúdo

05 de dezembro de 2016 | 18h05

Às vésperas do segundo jogo da final da Copa do Brasil, o Atlético Mineiro contou com a presença do presidente Daniel Nepomuceno no treino desta segunda-feira, na Cidade do Galo. O mandatário do clube mineiro teve rápida conversa com o técnico interino Diogo Giacomini durante a atividade, que foi fechada à imprensa.

Foi o penúltimo treino do Atlético em preparação para a partida da volta da decisão, contra o Grêmio, na quarta, em Porto Alegre. Na ida, no Mineirão, o Atlético perdeu por 3 a 1. Então, precisará vencer por três gols de diferença nesta quarta para reverter o resultado e conquistar o título. Se a diferença for de dois gols, o duelo será definido nos pênaltis.

Diogo Giacomini não fez qualquer revelação sobre a definição dos titulares. É praticamente certo o desfalque do meia venezuelano Romulo Otero na partida. Nesta segunda ele seguiu com o tratamento de um estiramento no ligamento colateral medial do joelho direito.

Sem ele, o treinador deve escalar o Atlético com Victor; Marcos Rocha, Gabriel, Erazo, Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso, Rafael Carioca (Luan), Maicosuel; Robinho e Lucas Pratto.

A dúvida está no meio-campo. Giacomini poderia escalar o time com três volantes, em razão do retorno de Rafael Carioca, que cumpriu suspensão no jogo de ida da final. O trio de volantes fez falta naquele jogo em que o Atlético sofreu três gols. Assim, Luan ficaria no banco de reservas.

Ao fim do treino, o elenco atleticano já entrou em regime de concentração. Eles voltam a trabalhar na manhã desta terça-feira. No período da tarde, a delegação embarca para a capital gaúcha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.