Com pressão da Fifa, obras na Arena da Baixada chegam a 94% de conclusão

Com aumento de funcionários, estádio de Curitiba deve ser entregue por volta do dia 15 de maio

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

19 de fevereiro de 2014 | 15h05

FLORIANÓPOLIS - Após quase ser excluída da Copa do Mundo, as obras na Arena da Baixada adiantaram depois ameaça da Fifa e atualmente estão com 94% de conclusão. Até novembro, data da última medição, as obras estavam 88% avançadas. Além do voto de confiança da entidade, o canteiro viu o número de funcionários aumentar de 980 para 1500 pessoas.

Desde que a Fifa anunciou tirar Curitiba do Mundial, que se inicirá em junho, as obras foram apressadas e o estádio teve o gramado plantado, 15 mil cadeiras instaladas e a cobertura praticamente concluída. Além disso, já estão sendo feitas obras no entorno da arena.

Ao mesmo tempo em que o número de funcionários aumentou e as obras se apressaram, os custos das obras também cresceu. Em um primeiro momento, a estimativa era de que o custo da obra ficasse em R$ 135 milhões. Quando o projeto foi refeito, o valor aumentou para R$ 184 milhões. Porém, cálculos recentes apontam que o custo total da Arena da Baixada beira os R$ 330 milhões.

Por mais que os gastos tenham aumentado mais de 50%, o presidente do Atlético-PR, Mauro Celso Petraglia, explica que as exigências também aumentaram com o passar do tempo. "Não houve uma visão mais realista do que teríamos pela frente. As exigências eram bem maiores do que nas Copas anteriores, com toda razão, tanto em termos de tecnologia quanto de conforto e segurança", explicou.

Devido aos atrasos, o estádio em Curitiba deve ser entregue por volta do dia 15 de maio. Antes disso, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, adiantou que a Arena receberá um jogo no final de março e outro em abril. Para Reginaldo Cordeiro, secretário municipal da Copa, último aviso da Fifa chegou em boa hora. "Nós enfrentamos um momento de crise e eu agradeço à Fifa e ao COL pelo alerta. Isso mostrou unidade entre o Clube Atlético Paranaense e os técnicos do município e do estado", afirmou.

Na Copa do Mundo, a Arena da Baixada vai receber quatro partidas do Mundial, sendo todas da fase de grupos. Irã e Nigéria se enfrentam no dia 16, a seleção equatoriana encara Honduras no dia 20 e no dia 23, a campeã mundial Espanha enfrenta a Austrália. O último jogo no estádio de Curitiba será Argélia e Rússia, que ocorrerá no dia 26.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.