Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Com problemas financeiros, São Paulo recusa mais de R$ 85 milhões por Antony

Clube reforça postura de que não pretende vender jovens nesta janela de transferências

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

09 de julho de 2019 | 14h34

Enquanto se movimenta para terminar de pagar os direitos de imagem atrasados de parte do elenco, o São Paulo recusou uma proposta de mais de 20 milhões de euros (R$ 85 milhões) pelo atacante Antony. A afirmação foi feita pelo gerente-executivo de futebol Alexandre Pássaro, que não revelou o clube interessado.

"O São Paulo passa por problemas financeiros que seriam facilmente resolvidos se a gente abrisse as portas para vender atletas. Mas nosso direcionamento não é para esses meninos que acabaram de surgir. Há uma semana, recusamos uma proposta pelo Antony de mais de 20 milhões de euros", afirmou Pássaro, que concedeu entrevista coletiva ao lado do diretor-executivo de futebol Raí.

Pássaro admitiu os problemas financeiros enfrentados pelo São Paulo, que recorreu a empréstimos de bancos. O clube ainda não quitou todos os atrasos com alguns jogadores, mas vê o problema "com total controle".

"Nossa conversa com elenco e comissão técnica é muito franca e limpa. Eles estão cientes desse desencaixe de fluxo, mas também cientes de que o São Paulo cumpre os compromissos, talvez com um atrasinho ou outro. É um problema que temos total controle e a total confiança desse elenco que é muito bom", disse Pássaro.

Raí também reforçou que o São Paulo não pretende vender os jovens e disse que o clube não recebeu propostas interessantes pelo zagueiro Arboleda. Após a disputa da Copa América pelo Equador, o defensor esperava ter ofertas de times da Europa.

"Deixar claro aqui que existe a questão financeira, não é deixada de lado, temos potencial, muitos ativos que sabemos que vão valorizar ainda mais. A ideia é não vender nenhum dos garotos, alguns deles tiveram propostas. Estratégia é mantê-los para que eles nos deem um retorno esportivo, e que esse retorno esportivo também vai trazer retorno financeira", declarou Raí.

"O Arboleda é jogador do São Paulo, vai ajudar enquanto estiver aqui. É um jogador de alto nível, que chamou a atenção de outros clubes. Se chegar uma proposta do nível que ele merece, vamos conversar com ele. Diferentemente dos garotos. Vamos dividir isso, ele está em outro momento da carreira, é um jogador importantíssimo, está treinando como titular e contamos com ele", disse o diretor.

 

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo Futebol ClubeAntonyfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.