Luan Erick / Fortaleza EC
Luan Erick / Fortaleza EC

Com projeto ambicioso, Fortaleza quer seguir com Rogério Ceni até 2021

Presidente do clube revela plano de manter o ex-goleiro no comando do time na próxima temporada

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de junho de 2020 | 14h42

O presidente Marcelo Paz, do Fortaleza, foi enfático ao afirmar nesta quarta-feira que pretende contar com o técnico Rogério Ceni até o final do seu contrato, em 2021. No entanto, o mandatário citou que é algo precoce a ser debatido, uma vez que o futebol brasileiro, em sua maioria, está paralisado por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus.

"Gostaria muito que ele continuasse. Meu mandato vai até o final de 2021. Gosto muito do trabalho, da pessoa, do profissionalismo. Ele sabe do nosso esforço do dia a dia, tudo o que ele pede, a gente dá um jeito de ir atrás e fazer, mesmo com as dificuldades. Espero que isso possa acontecer. Mas acho o assunto muito precoce para se tratar. Ninguém sabe quando vai terminar a temporada de 2020, mas o meu desejo é que o Rogério pudesse ficar como treinador", disse o mandatário, em entrevista à TV Verdes Mares.

O mandatário ainda vê com bons olhos o retorno do Campeonato Cearense e destacou que o Fortaleza está preparado e aguardando um pronunciamento da Federação Cearense de Futebol (FCF).

"Acho que seria bom, até porque você treinar muito tempo sem um horizonte de jogo fica difícil manter a motivação. Acredito que exista segurança sanitária para voltar aos jogos, desde que cada clube faça o dever de casa. Quando for ter o jogo, é a federação quem vai cuidar. Vamos levar alguns treinos no Pici voltados para jogo porque o gramado é melhor, tenho falado com o Ceni sobre isso. Se precisar entrar em campo, estaremos prontos, preparados, não na totalidade porque uma coisa é treinar, outra é jogar", contou Marcelo Paz.

Segundo o plano estabelecido pelo governo do Estado do Ceará, o Campeonato Cearense não volta antes do dia 20 de julho. No entanto, a federação tenta antecipar o retorno para o dia 6. O torneio foi paralisado na sexta rodada da segunda fase, com o Ferroviário na liderança, com 13 pontos, seguido por Fortaleza, com 12, Ceará, com 11, e Guarany de Sobral, com 10.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.