Fernando Villar/EFE
Fernando Villar/EFE

Com proposta milionária da China, Sergio Ramos anuncia que segue no Real Madrid

Zagueiro teve algumas desavenças com o presidente Florentino Pérez nos últimos dias

Redação, Estadão Conteúdo

30 de maio de 2019 | 13h54

Ídolo e capitão do Real Madrid, o zagueiro Sergio Ramos não vai deixar o clube nesta janela de transferências do verão europeu. Nesta quinta-feira, em entrevista coletiva em Madri, o jogador espanhol assegurou a sua permanência mesmo com uma proposta milionária de um time da China na mesa do presidente Florentino Pérez, com quem teve alguns desentendimentos recentemente.

"Houve muita especulação sobre meu futuro e queria reiterar meu comprometimento com o clube. Meu relacionamento com o presidente é similar ao de um pai com o filho. Não tenho a intenção de deixar o clube e quero me aposentar aqui. O relacionamento com Florentino é de pai e filho e claro que essa dinâmica pode ter momento de conflitos", afirmou.

"Nunca sairia, estaria disposto a jogar de graça aqui. Quem nunca brigou com seu pai? Mas a melhor solução é sentar cara a cara e falar para que terceiros não interfiram. Há muito tempo não falo de contrato nem de dinheiro com Florentino", disse o zagueiro, depois que o presidente do Real Madrid revelou a proposta chinesa em um programa de rádio na Espanha.

"A proposta está em cima da mesa e é uma proposta que fiz quando uma das partes (Florentino Pérez) não me quis. A relação não estava como eu gostaria. Nunca quis ir à China, não pedi a carta de liberdade", completou Sergio Ramos. "Muitos falaram de forma pobre sobre 'Ramos e seu desejo de ganhar mais dinheiro'. Me casarei em duas semanas e minha intenção é esclarecer tudo isso".

Com o anúncio, o zagueiro de 33 anos vai para sua 15.ª temporada seguida no Real Madrid. Ele chegou do Sevilla na temporada 2005/2006, quando ainda atuava como lateral-direito. Em Madri, conquistou quatro títulos da Liga dos Campeões da Europa, quatro do Campeonato Espanhol e dois da Copas do Rei. Pela seleção espanhola, foi campeão mundial em 2010, na África do Sul, e levou o bicampeonato da Eurocopa, em 2008 e 2012.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.