Ernesto Rodrigues/Estadão
Ernesto Rodrigues/Estadão

Com quinta vitória consecutiva, Kleina iguala feito de Felipão no Palmeiras

À frente do time alviverde, atual técnico venceu Linense, Tigre, Ponte, Libertad e Guarani

DANIEL BATISTA, Agência Estado

16 de abril de 2013 | 10h49

SÃO PAULO - A vitória do Palmeiras sobre o Guarani por 4 a 1, conquistada no último domingo, no Pacaembu, representou para o técnico Gilson Kleina muito mais do que apenas mais três pontos no Campeonato Paulista. Com o feito, o treinador igualou a marca de vitórias consecutivas de Luiz Felipe Scolari, que é de cinco jogos.

A sequência de Kleina começou após ser goleado por 6 a 2 para o Mirassol. Em seguida, o Palmeiras venceu Linense, Tigre-ARG, Ponte Preta, Libertad (estes dois últimos times que estavam invictos no Paulista e na Libertadores, respectivamente) e Guarani.

Felipão conseguiu tais feitos três vezes. As duas primeiras em 2011 e outra no ano passado. A primeira foi entre 20 de janeiro e 2 de fevereiro, quando derrotou Ituano, Oeste, Paulista, Portuguesa e Mirassol, todos os jogos pelo Campeonato Paulista.

A segunda vez que Scolari obteve essa sequência vitoriosa aconteceu entre 23 de março e 13 de abril, quando passou por Linense, Bragantino, Santos, Grêmio Prudente e Santo André. No ano passado, no mês de fevereiro, o Palmeiras derrotou Mogi Mirim, Santos, XV de Piracicaba, Ituano e Guaratinguetá.

Kleina pode superar o feito do atual treinador da seleção na quinta-feira, contra o Sporting Cristal, no Peru, pela Copa Libertadores. O presidente Paulo Nobre se anima com o desempenho do treinador. "Eles são dois grandes técnicos. Um já ganhou tudo que poderia ganhar, mas não cansa de ser vencedor e o admiro muito por isso. O outro ainda procura seu lugar ao sol, mas é muito competente e tem provado isso", disse o dirigente.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasGilson KleinaFelipão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.