Marcio Fernandes/ Estadão Conteúdo
Marcio Fernandes/ Estadão Conteúdo

Com recorde de público, Arena pode ser crucial para título corintiano

Foi o primeiro jogo do Brasileiro que entrou nos maiores públicos

ROBSON MORELLI, O ESTADO DE S. PAULO

24 Agosto 2015 | 07h00

O Corinthians, líder do Campeonato Brasileiro, espera que seu torcedor continue lotando o Itaquerão e ajudando o time a encher o bolso e a fazer tremer os adversários em sua casa. Contra o Cruzeiro, domingo, houve recorde de público no estádio, com a marca de 41.014 pagantes. Para uma partida de abertura de returno, com mais 18 pela frente até a possibilidade de erguer a taça, até que é boa demais. A ponta da tabela e a chance de abrir mais vantagem sobre os rivais também tem o poder de levar os torcedores para Itaquera.

 

Das cinco partidas com maior público em Itaquerão, essa foi a primeira do Brasileiro. As outras eram em apresentações pela Libertadores, deste ano, e em clássicos com rivais estaduais, como São Paulo e Palmeiras. O fato de o time ter se rearranjado após as perdas de Emerson e Guerrero também empolga o torcedor corintiano. Para essa partida, havia uma enorme desconfiança sobre o desempenho do atacante Vagner Love, em briga com os goleiros por causa de sua secura de gols. 

Mas a fase é tão boa que Love desencatou, com dois gols diante do time de Vanderlei Luxemburgo. Ao fim do jogo o jogador fez um desabafo, comentando sobre sua tranquilidade diante das cobranças e sua disposição de continuar tentando. "Ninguém gosta de receber críticas. Incomoda. Mas temos de saber lidar com elas. Temos de trabalhar para acabar com a críticas." Love substituiu o garoto Luciano, que se machucou diante do Santos, pela Copa do Brasil, e não atua mais nesta temporada. As 41 mil pessoas no Itaquerão deram mais um voto de confiança a Love.  

 

OS  MAIORES PÚBLICOS NO ITAQUERÃO

40.744 - contra o San Lorenzo - Libertadores - 16/4/2015

39.806 - contra o Guaraní - Libertadores - 13/5/2015

39.029 - contra o São Paulo - Libertadores - 18/2/2015

38.928 - contra o Danúbio - Libertadores - 1/4/2015

38.457 - contra o Palmeiras - Paulista - 19/4/2015

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.