Christian Alekson/cearasc.com
Christian Alekson/cearasc.com

Com recorde de público da Série B, Ceará vence ABC e termina campanha em 3º lugar

Equipe volta à elite do futebol brasileiro após sete anos

Estadão Conteúdo

25 Novembro 2017 | 20h42

Dentro de campo, a partida não valia muita coisa, mas fora dele a torcida do Ceará fez grande festa, com direito a mosaico e recorde de público desta edição da Série B do Campeonato Brasileiro. Aos olhos de quase 57 mil torcedores, o time cearense correspondeu à expectativa e derrotou o ABC por 1 a 0, na Arena Castelão, em Fortaleza (CE), e terminou a sua campanha com o terceiro lugar na classificação geral.

+ Confira a tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro

+ Com recorde de público, América-MG vence e é campeão da Série B após 20 anos

+ Inter supera o Guarani no Beira-Rio, mas fica com vice-campeonato da Série B

O recorde de público anterior desta edição da competição pertencia ao próprio Ceará, que havia atraído mais de 45 mil pessoas ao mesmo Castelão no último dia 14, quando a equipe da casa derrotou o Paysandu por 2 a 0.

De volta à elite do Brasileirão depois de sete anos, o Ceará terminou a sua campanha na segunda divisão nacional com 67 pontos. O ABC, por sua vez, realizou uma campanha ruim e foi o primeiro clube a cair para a Série C, mas conseguiu escapar da lanterna, terminando em penúltimo lugar, com 34 pontos.

A festa era bonita, mas o ABC não quis nem saber e criou a primeira chance de gol logo aos 14 minutos. Matheus arriscou de longe e Éverson caiu bem para fazer a defesa. A resposta dos donos da casa veio logo em seguida. Luiz Otávio ajeitou para o meio da área e Pedro Ken desviou por cima do gol.

Contra um adversário bem fechado, o Ceará abusou das bolas levantadas para a área. Foram sete apenas na primeira etapa e nenhum lance de perigo efetivo.

No segundo tempo, o Ceará voltou com tudo em busca do gol, mas deixou espaço para o adversário chegar em contra-ataque. Após boa troca de passes, Matheus saiu na cara do gol, mas Éverson caiu bem para fazer a defesa.

O jogo estava tão sem graça que a torcida do Ceará que estava no Castelão aproveitou a proximidade com o gramado para tirar fotos com o veterano atacante Magno Alves, que aquecia atrás do banco de reservas.

Aos 36 minutos, Maikon Leite tirou o grito da garganta de 56.999 torcedores. Depois de cruzamento da esquerda, a bola passou por toda área e sobrou para o atacante, que matou no peito e finalizou rasteiro, cruzado, para marcar. Com o gol, a festa ficou completa. A torcida cearense começou a entoar gritos para enaltecer os jogadores que fizeram a sua parte da campanha do acesso.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 1 X 0 ABC

CEARÁ - Éverson; Richardson, Rafael Pereira (Tiago Alves), Luiz Otávio e Cafu (Maikon Leite); Raul, Pedro Ken e Ricardinho; Lima (Roberto), Elton e Leandro Carvalho. Técnico: Marcelo Chamusca.

ABC - Edson; Arez, Danrlei, Tonhão e Daniel Nazaré; Jardel, Erivélton (Jackson) e Berguinho; Fessin (Chiclete), Dalberto e Matheus (Adriano Pardal). Técnico: Ranielle Ribeiro.

GOL - Maikon Leite, aos 36 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rodrigo Batista Raposo (DF).

CARTÃO AMARELO - Lima (Ceará).

RENDA - R$ 1.461.839,00.

PÚBLICO - 56.005 pagantes (56.999 presentes).

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.