Frankie Marcone/Futura Press
Frankie Marcone/Futura Press

Com reservas e garotos, Corinthians vence amistoso contra o ABC

Rodriguinho, de pênalti, garantiu vitória por 1 a 0

O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2015 | 21h31

Com um time apenas de reservas e garotos recém-promovidos das categorias de base, o Corinthians derrotou o ABC por 1 a 0, nesta quarta-feira, em amistoso disputado no estádio Frasqueirão, em Natal. A partida foi realizada em comemoração ao centenário do clube potiguar. Os titulares ficaram em São Paulo se preparando para o jogo de domingo contra o Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro, e, inclusive, treinaram pela manhã no CT do Parque Ecológico.

O amistoso foi uma oportunidade para os atletas mostrarem serviço ao técnico Tite. Apesar de o ABC ter começado melhor, quem criou a primeira chance clara de gol foi o Corinthians. Aos 14 minutos, Mendoza tabelou com Romero e acertou o travessão.

O Corinthians, no entanto, sentiu demais a falta de entrosamento e ritmo de jogo e tinha muita dificuldade para criar as jogadas de ataque. A equipe acabou chegando ao gol em um presente dado pela defesa do ABC. Aos 41 minutos, após cobrança de lateral pela direita, Danilo tentou desviar de cabeça e Fábio Bahia, desajeitado, bateu na bola com o braço esquerdo. Pênalti.

Na cobrança, Rodriguinho colocou o Corinthians em vantagem, mas não comemorou. O meia foi revelado pelo ABC e chegou a ser utilizado pelo clube potiguar como garoto-propaganda para ajudar a promover o amistoso de ontem.

No segundo tempo, tanto Tite como Toninho Cecílio, técnico do ABC, fizeram várias substituições e o jogo caiu muito de qualidade. Tite buscou dar bagagem para atletas que nunca haviam atuado entre os profissionais, casos de Léo Jabá, Gustavo Vieira, Samuel e Matheus Vargas.

Dos jogadores que estiveram em campo nesta quarta-feira somente Edu Dracena será titular no domingo. O zagueiro jogará no lugar de Gil, suspenso, e só atuou em Natal para ganhar ritmo.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.