Kerstin Joensson/AP
Kerstin Joensson/AP

Com reservas e sem Eto'o, Camarões perde amistoso para o Paraguai

Equipe adversária do Brasil na primeira fase leva de 2 a 1, com pênalti perdido no fim do jogo

Agência Estado

29 de maio de 2014 | 18h06

KUFSTEIN -Três dias depois de vencer a Macedônia, a seleção de Camarões voltou a campo nesta quinta-feira para mais um amistoso, desta vez em Kufstein, na Áustria. Pensando na Copa do Mundo, o técnico Volker Finke preferiu fazer testes na equipe e escalou um time misto diante do Paraguai. Melhor para os sul-americanos, que venceram por 2 a 1.

Finke mudou quase a equipe inteira na comparação com os titulares que jogaram contra a Macedônia. O craque do time, Samuel Eto'o, porém, não participou de nenhuma das duas partidas. Aboubakar, o outro titular do ataque, começou o jogo. Já Alex Song entrou no segundo tempo.

O primeiro gol do jogo saiu logo aos 4 minutos de partida, com Oscar Romero, que recebeu cruzamento rasteiro da direita e teve espaço na área para dominar e chutar cruzado. Já na segunda etapa, aos 23, Roque Santa Cruz ampliou a contagem. A jogada também começou com um cruzamento rasteiro, mas desta vez vindo do lado esquerdo. O centroavante mostrou oportunismo para escorar.

Sete minutos depois, Camarões descontou com Choupo-Moting, pegando sobra na pequena área. No finalzinho, aos 42, Idrissou teve a chance de empatar de pênalti, mas desperdiçou a cobrança, defendida por Centurión.

A expectativa é que Eto'o volte ao time no próximo amistoso de Camarões, contra a Alemanha, domingo, às 15h30 de Brasília, em Mönchengladbach. Depois, o time volta para casa e, em Yaoundé, enfrenta Moldova dia 7 de junho, na véspera do embarque ao Brasil.

Camarões está no Grupo A da Copa do Mundo e enfrenta o Brasil no dia 23 de junho, em Brasília, pela última rodada. A equipe africana estreia diante do México, em Natal, e depois vai a Manaus para pegar a Croácia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.