Gilvan de Souza / Flamengo
Gilvan de Souza / Flamengo

Com reservas, Flamengo enfrenta o Paraná por vaga na semifinal da Primeira Liga

Alex Muralha será titular no gol, visando ganhar ritmo de jogo para finais da Copa do Brasil

Fábio Grellet, Estadão Conteúdo

30 de agosto de 2017 | 07h46

O Flamengo entra em campo com uma equipe reserva para enfrentar o Paraná, nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES), pelas quartas de final da Copa da Primeira Liga. Organizado por uma liga de clubes, o campeonato reúne equipes de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Ceará e começou a ser disputado em janeiro, aproveitando datas livres no calendário da CBF. Se houver empate, a decisão será nos pênaltis. O vencedor já vai disputar no próximo domingo a semifinal do torneio contra quem passar de Internacional e Atlético Mineiro. A decisão está agendada para o dia 8 de outubro.

A equipe carioca fará a sua quinta partida sob o comando do técnico colombiano Reinaldo Rueda. Até agora foram três vitórias e um empate, com cinco gols marcados e nenhum sofrido. O Flamengo garantiu vaga na final da Copa do Brasil contra o Cruzeiro e evoluiu da sétima para a quinta posição no Campeonato Brasileiro.

Sem pressão na Copa da Primeira Liga, Reinaldo Rueda vai poupar os titulares nesta quarta-feira e a grande expectativa é pela volta do meia argentino Darío Conca, que deve começar no banco de reservas. O lateral-esquerdo Pablo Maldini e o zagueiro Thurler foram relacionados pela primeira vez para uma partida oficial no time profissional.

O goleiro Alex Muralha será o titular para ganhar ritmo de jogo. Como Diego Alves não pode disputar as finais da Copa do Brasil, porque quando foi contratado o prazo para inscrição no torneio já havia acabado, Muralha foi escalado também para a Copa da Primeira Liga. "Temos Copa do Brasil e os jogadores têm de entrar no ritmo. Alex e Thiago sempre corresponderam quando entraram. Uma pena eu não poder disputar a Copa do Brasil", afirmou Diego Alves.

Sobre a Copa da Primeira Liga, o goleiro afirmou que "é uma oportunidade de poder testar outros jogadores, dar minutos para eles entrarem em ritmo de jogo". "Mas vamos encarar a competição com muita seriedade. Ninguém gosta de perder, ninguém gosta de se acomodar", completou.

Enquanto o Flamengo vai usar reservas, o Paraná entrará com força máxima. A única mudança em relação à partida anterior da equipe paranaense (vitória por 2 a 0 contra o Juventude) será a entrada do atacante Minho no lugar do meia João Pedro. O time tricolor está em quinto lugar na Série B do Brasileiro com 34 pontos, oito atrás do líder Internacional.

"Estamos completamente focados na Série B. Só que acaba vindo um adversário bom, talvez uma das melhores equipes do Brasil, e a gente tem plenas condições de fazer um bom jogo. É um título que está sendo disputado. Tem que se encarar de uma maneira boa, que a gente tem que fazer um bom jogo, como a gente vem fazendo os últimos jogos. É muito bom para qualquer jogador e equipe. Com certeza, agora estamos totalmente focados contra o Flamengo", afirmou o zagueiro Eduardo Brock.

O Paraná usou as redes sociais para provocar o adversário carioca. Na última segunda-feira, o perfil do clube no Instagram postou que "já apliquei algumas goleadas (inclusive de seis) em um desses clubes. Adivinhe qual?". Abaixo da imagem havia os distintivos do Flamengo, do Íbis-PE e do América-MG. A provocação fez referência principalmente aos 6 a 2 pelo Campeonato Brasileiro de 2003.

O time do Paraná também venceu o Flamengo por 4 a 1 duas vezes (em 1996 e 2005) e por 3 a 0 em outras duas ocasiões (em 2002 e 2003). O goleiro rubro-negro Diego Alves minimizou a provocação. "São coisas pequenas de redes sociais. No campo são 11 contra 11 e cada um vai querer ganhar da melhor maneira".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoCopa Sul-Minas-Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.