Dhavid Normando/Divulgação
Dhavid Normando/Divulgação

Com reservas, Fluminense começa briga pela Taça Rio

Após título da Taça Guanabara, time pega o Resende nesta quarta-feira

Leonardo Maia, Agência Estado

29 de fevereiro de 2012 | 08h04

RIO - Com a Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca) devidamente lustrada e exposta nas Laranjeiras, o Fluminense inicia a campanha na Taça Rio, nesta quarta-feira, às 17 horas, contra o Resende, em Volta Redonda, convicto de que a qualidade de seu elenco vai lhe permitir lutar pelo título do returno mesmo sem utilizar seus 11 titulares. Na maior parte da caminhada, o técnico Abel Braga vai usar seus suplentes sempre que houver um compromisso pela Copa Libertadores no horizonte.

O que é o caso. Com os jogadores desgastados pela vitória por 3 a 1 sobre o Vasco, no último domingo, e a difícil partida contra o Boca Juniors, na semana que vem, na Argentina, apenas reservas vão a campo com a missão de manter a equipe no trilho da conquista da Taça Rio, o que representaria o título estadual antecipado.

"Vai ser uma responsabilidade a mais para todos que entrarem em campo. Não podemos fraquejar agora. Não se ganha um título com apenas 11 jogadores. É preciso ter um elenco preparado", discursou Jean, que assume um posto na cabeça de área.

A seu lado vai jogar o volante Fábio, filho do treinador. Oportunidade para o garoto mostrar que merece a oportunidade por seus méritos. Souza assume a lateral direita.

A partida também vai ser muito importante para uma dupla que iniciou o ano badalada e perdeu espaço com Abel Braga e a torcida tricolor. O meia Wagner e o atacante Rafael Sóbis, barrados na reta final da Taça Guanabara, ganham nova chance de mostrar que podem ser úteis para os próximos jogos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato CariocaFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.