Ricardo Duarte/Internacional
Ricardo Duarte/Internacional

Com reservas, Inter ganha do Novo Hamburgo no jogo da ida das quartas do Gaúcho

Times voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, às 21h30, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre

Redação, Estadão Conteúdo

23 de março de 2019 | 21h26

Com apenas quatro jogadores titulares, o Internacional venceu o Novo Hamburgo por 2 a 0, neste sábado, no estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS), pelo jogo de ida das quartas de final do Campeonato Gaúcho. O uruguaio Nico López e o argentino Sarrafiore fizeram os gols da vitória no segundo tempo.

Dos que entraram em campo, apenas Marcelo Lomba, Cuesta, Edenílson e Nico López são do considerado "time principal". Nomes como o de D'Alessandro e William Pottker sequer estiveram relacionados, pois estão entregues ao departamento médico.

Os times voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, às 21h30, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Por ter vencido o jogo de ida, o Internacional entrará em campo podendo perder por até 1 a 0 para avançar à semifinal.

O primeiro tempo foi muito equilibrado e com os dois times chegando no ataque para abrir o placar. Buscando ainda que uma vantagem mínima, o Novo Hamburgo assustou aos 23 minutos, quando Amaral arriscou de fora da área e acertou a trave direito do goleiro Marcelo Lomba.

O Internacional sofreu com a forte marcação adversária e respondeu aos 32 minutos. Nico López carregou a bola e tocou para Guilherme Parede. Ele cortou o adversário, mas finalizou fraco à esquerda do gol. Foi o primeiro lance de perigo do clube colorado na partida.

Para o segundo tempo, o Novo Hamburgo voltou com uma postura mais ofensiva e também arriscando mais ao gol. Logo aos quatro minutos, Leandro Cearense puxou contra-ataque pela esquerda e chutou por cima da meta. Dois minutos depois foi a vez de Juninho receber cruzamento e cabecear sem direção.

O técnico Odair Hellmann apostou na entrada do centroavante colombiano Tréllez (Pedro Lucas foi substituído) e foi com o jogador a primeira oportunidade na etapa final. Aos 13 minutos, ele apareceu na área e Mossoró travou seu chute. O bandeirinha, porém, já havia assinalado impedimento.

A partir dos 27 minutos, o Internacional se encontrou em campo e encaminhou a vitória fora de casa. Nico López tabelou com o lateral-esquerdo Uendel e chutou forte, cruzado, para estufar as redes.

Dez minutos depois o time da capital aumentou a vantagem. Aos 38, Cuesta lançou Tréllez, que dividiu com o marcador. A bola sobrou para o argentino Sarrafiore, que finalizou de primeira para marcar um belo gol. Tudo liquidado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.