Com saguão 'vazio' em Congonhas, Corinthians desembarca pela pista

Com saguão 'vazio' em Congonhas, Corinthians desembarca pela pista

Com medo dos torcedores, jogadores e comissão técnica da equipe deixam Aeroporto sem passar pelo saguão de desembarque em SP

FÁBIO HECICO, O Estado de S. Paulo

16 de outubro de 2014 | 12h21

Abalado pela derrota por 4 a 1 sofrida diante do Atlético-MG, na noite de quarta-feira, em Belo Horizonte, e temendo uma possível reação furiosa por parte de torcedores em São Paulo, o Corinthians evitou o saguão de desembarque do Aeroporto de Congonhas na manhã desta quinta, quando os jogadores e o técnico Mano Menezes acabaram apanhados na pista por um ônibus que já os aguardava no local.

Na hora em que o avião que trouxe o time tocou o solo após o pouso, o chefe de segurança do Corinthians, coronel Dutra, pediu para que os atletas permanecessem na aeronave e aguardassem a saída de outros passageiros, antes de o grupo se dirigir até o ônibus que os levaria até o clube.

A medida de segurança, porém, se mostrou inútil, pois o saguão de desembarque não contava com a presença de torcedores, pelo menos nenhum que vestisse a camisa corintiana. Sem pressão da torcida, apenas os roupeiros do clube passaram pelo saguão do aeroporto e depois entraram tranquilamente em vans na porta do local.

Já o volante Elias e o zagueiro Gil, que se juntaram ao elenco corintiano em Belo Horizonte apenas no dia do jogo com o Atlético, após terem defendido a seleção brasileira contra o Japão, em Cingapura, na terça-feira, acabaram retornando para São Paulo já no início da madrugada desta quarta. Eles embarcaram antes do seus companheiros rumo à capital paulista para se adaptarem mais rapidamente ao fuso horário do Brasil, sendo que antes de jogar em Cingapura a dupla esteve em Pequim, onde o Brasil bateu a Argentina por 2 a 0, pelo Superclássico das Américas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthianscopa do brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.