Divulgação/Basel
Divulgação/Basel

Com saída de Arthur Cabral, Palmeiras chega a 27 jogadores emprestados

Clube cede atletas a outras equipes para dar experiência e oportunidade para atuarem com regularidade

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

30 de agosto de 2019 | 14h49

O Basel, da Suíça, anunciou nesta sexta-feira a contratação por empréstimo do atacante Arthur Cabral, do Palmeiras. O jogador de 21 anos assinou um vínculo válido até junho de 2020, para adquirir experiência e depois, retornar ao clube alviverde. Com o anúncio oficial da transferência, a equipe contabiliza agora 27 jogadores cedidos por empréstimo a outros times.

Trazido no começo do ano por cerca de R$ 5,5 milhões, Arthur Cabral deixou o Ceará e disputou somente seis partidas pela equipe do técnico Luiz Felipe Scolari. O Palmeiras liberou o atacante para viajar no começo da semana para a Suíça para assinar contrato. O plano da diretoria é dar ritmo de jogo e possibilitar ao atacante se desenvolver durante o período.

"Sou um centroavante, jogador de área, de fazer gols, creio que me destaquei no Brasil por ter uma boa finalização, um bom posicionamento, uma boa presença de área, um bom pivô, por saber usar bem o corpo, proteger bem a bola. Enfim, me destaquei no Brasil por essas características", disse Arthur Cabral ao site oficial do Basel.  

Nas últimas semanas a diretoria também emprestou o lateral-direito Fabiano ao Boavista, de Portugal, por uma temporada. Com essas duas negociações seladas recentemente, o Palmeiras tem agora 27 nomes cedidos temporariamente a outras equipes. A lista completa dos atletas é divulgada pelo próprio site oficial do clube. O único nome ainda ausente nesta relação é o de Arthur Cabral.

Na quinta-feira, o técnico Luiz Felipe Scolari explicou o planejamento para os empréstimos de jogadores jovens do elenco, como é o caso de Arthur Cabral e de nomes como Papagaio, atualmente, no Atlético-MG, e Arthur, titular do Bahia. "Nós emprestamos o Wesley, o Yan para o Sport e está muito bem. O Papagaio vamos ver como eles vão evoluir nos clubes para voltarem em melhores condições e os colocarmos aqui. Para isto, eles tentam fazer o caminho de um ano, em um time com mais dificuldades e voltar e mostrar que posso ficar aqui. É a finalidade dos nossos empréstimos", comentou.

Quem no último ano realizou o caminho do empréstimo e voltou com mais espaço no clube foi o meia Raphael Veiga. O jogador chegou ao Palmeiras em 2017, fez 22 jogos, e na temporada seguinte, atuou com destaque no Athletico-PR e foi campeão da Copa Sul-Americana. Em janeiro, ele se reapresentou ao time alviverde e tem entrado em campo com regularidade.

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasArthur CabralFC Basel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.