Com saída de Robinho, Tevez é a estrela

Robinho se despede do Brasil quarta-feira em Belém. Fica a pergunta: quem será seu sucessor como astro do Campeonato Brasileiro? Com a escassez de craques no País - a maioria vai para o exterior tão logo desponta - o maior candidato é o atacante argentino Carlos Tevez, do Corinthians e na cola, o cruzeirense Fred. Robinho faz campanha. "O melhor jogador do Brasil é o Giovanni". Os internautas do Portal Estadao.com.br acharam difícil encontrar brasileiro para a vaga de Robinho e indicaram Tevez. Pelé e o técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, dizem não ver entre os atletas do País substituto à altura por enquanto. "No momento não vejo ninguém no mesmo nível", afirmou o Rei. Parreira concorda. "E mesmo que houvesse um fora-de-série, seria difícil aparecer para ganhar vaga na Copa", diz o técnico. "O próprio Robinho surgiu em 2002 e só agora, em 2005, alcançou a maturidade para atuar em alto nível". Mas seria possível um Campeonato Brasileiro com astro estrangeiro? O técnico e capitão da seleção de 1970, Carlos Alberto Torres lembra que isso já aconteceu. "O Fluminense de 1984 foi campeão brasileiro tendo com o Romerito (paraguaio)." O treinador acha que logo surgirão bons nomes no País. "O Fred está pintando assim, como o Fernandão (Internacional), mas não é possível compará-los a Robinho". Para o atacante na Copa de 1970 e comentarista Tostão, Tevez e o Roger, do Corinthians, podem brilhar no Brasileiro e Fred é promessa. "Poderá vir a ser a próxima estrela mundial". O ex-goleiro do Flamengo e comentarista, Raul Plassmann não aposta em Tevez. "É grande jogador, não um fora-de-série. Mas minha opinião pode começar a mudar na rodada de quarta", pondera, preferindo esperar por uma revelação. "O Leão (do Palmeiras), o Abel (Braga, do Fluminense) e o PC Gusmão (Cruzeiro) estão lançando garotos de 16 e 17 anos, que podem se tornar astros da noite para o dia". Para o ex-atacante da Copa de 1986 e 1990 e presidente do Campinas, Careca, Tevez e Fred podem ser astros, mas não se comparam a Robinho. "Fred é goleador, mas fica na área. Tevez participa mais do jogo, mas não tem a mesma habilidade".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.