Rafael Arbex| Estadão
Rafael Arbex| Estadão

Com São Paulo cheio de baixas, Bauza muda esquema tático

Técnico busca encerrar jejum da equipe tricolor

Gonçalo Junior, Estadão Conteúdo

23 de março de 2016 | 07h15

O técnico Edgardo Bauza vai testar um esquema inédito nesta quarta-feira diante do Botafogo, às 21h45, no Pacaembu, para tentar interromper a série de cinco jogos sem vitória. O argentino vai escalar três volantes e dois meias, ao contrário do que vinha fazendo no Campeonato Paulista e na Libertadores. Apenas o argentino Calleri jogará na frente. Outro detalhe do treinamento desta terça que definiu a formação titular: o lateral Bruno, que atua na direita, vai jogar do outro lado.

Essa foi a saída que o treinador encontrou para superar os desfalques - dez ao todo - por lesões, convocações e suspensões, e para tornar o time mais criativo. O São Paulo ocupa a segunda posição do Grupo C, com 14 pontos, dois a menos que o líder Audax, de Osasco.

O meia Daniel, que ganhou uma chance ao lado de Ganso, na armação, aprovou o esquema 4-3-2-1. "Nesse esquema, jogamos mais juntos, facilita para até recuperarmos a bola, ali na pressão. Estamos tentando assimilar, acho que todos gostaram dessa formação", disse o meia.

Independentemente do esquema tático, a principal esperança de gols é o meia Ganso, que vive uma fase incomum como artilheiro da equipe no ano. Os cinco gols que anotou nos últimos cinco jogos do time colocaram o camisa 10 ao lado de Toninho Guerreiro, que alcançou a mesma façanha em 1972.

BOTAFOGO

Já o Botafogo visita o São Paulo com um objetivo bem claro: aproveitar a crise instalada no Morumbi, pontuar e deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Paulista. O time de Ribeirão Preto é o 17.º colocado da classificação geral com 11 pontos e quer fazer como Ituano e São Bernardo, adversários diretos na luta contra a degola, que roubaram pontos do São Paulo em duas das últimas três rodadas.

"Contra equipes grandes, temos que errar o mínimo possível para termos alguma chance durante a partida. Se cometermos erros, com certeza, eles vão matar o jogo. É um time que tem muita qualidade", comentou o técnico Márcio Fernandes.

Fernandes confirmou apenas o retorno à equipe do meia Allan Dias. Ele havia ficado de fora da última partida por que estava se recuperando de contusão muscular no departamento médico. "A gente pretende mudar o mínimo possível, até para que a equipe ganhe um conjunto. O time foi muito bem em Diadema, no empate por 1 a 1 com o Água Santa, poderíamos ter tido uma vitória e o Allan Dias deve entrar agora por que ele acrescenta bastante também na bola aérea", argumentou o treinador.

Recuperado de suspeita de dengue, o zagueiro Mirita está 100% e deve inclusive ser titular. Isso porque o Botafogo não poderá contar com o experiente César Gaúcho. O zagueiro e volante recebeu o terceiro cartão amarelo e agora irá cumprir suspensão. Por outro lado, o meia Danilo Bueno cumpriu suspensão na rodada anterior e agora fica à disposição.

Tudo o que sabemos sobre:
BotafogoCampeonato PaulistaSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.