Com Schiavi de volta, Grêmio quer ultrapassar o São Paulo

A um ponto do segundo colocado e sem perder a 8 jogos, time gaúcho espera vencer em casa o Atlético-PR

Elder Ogliari e Evandro Fadel, Estadão

27 de julho de 2007 | 20h41

Sem perder há oito jogos, o Grêmio - terceiro colocado no Campeonato Brasileiro - tenta alcançar rivais e subir ainda mais na tabela vencendo o Atlético Paraense em casa neste sábado, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre, às 18h10. Com 24 pontos, o time gaúcho está atrás de São Paulo (25) e Botafogo (28).  Depois de cumprir suspensão contra o Náutico, o zagueiro argentino Schiavi volta a jogar pelo Grêmio. O técnico Mano Menezes só tem uma dúvida para escalar o time, na lateral-esquerda. A posição é disputada por William Thiego, Itaqui e Anderson Pico. O lateral-direito Patrício e o meia Diego Souza foram poupados do treino de sexta-feira, mas estão confirmados. Se o São Paulo perder para o América-RN, o Grêmio toma a segunda posição. Mas se perderem em casa, os gaúchos podem ser ultrapassados por Goiás (23), Paraná (22) e Palmeiras (22) Já o Atlético-PR espera superar o abatimento pelo empate com o Cruzeiro na Arena da Baixada, na rodada passada, e somar pontos na partida deste sábado, às 18h10, contra o Grêmio, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre. "Estamos marcando poucos pontos", diagnosticou o lateral Nei. O time paranaense está na 15ª colocação no Brasileirão, com 17 pontos, mas tem um jogo a mais que Corinthians (15 pontos) e Juventude (14 pontos). "É um campeonato de pontos corridos e não se pode perder muitos pontos, porque depois é difícil correr atrás", disse Nei, que também reclamou do entrosamento do time. "Quando tem várias escalações diferentes é difícil manter um ritmo de jogo." Dentro de campo, as preocupações maiores são com dois fundamentos. O primeiro é o constante erro de passes, que não permite uma progressão nas jogadas, obrigando os zagueiros a dar chutões para a frente. O segundo é a desatenção, sobretudo da defesa, que acabou provocando o empate do Cruzeiro aos 48 minutos do segundo tempo. "Isso não pode acontecer", admitiu o volante Alan Bahia. O técnico Antônio Lopes, que não repetiu nenhuma escalação até agora, muda novamente o time. Mesmo porque, o zagueiro Gustavo recebeu o terceiro cartão amarelo. O natural seria a entrada de João Leonardo, mas o jogador foi mal na partida contra o América, em Natal, e nem sequer viajou com a delegação. Rodolfo, de 21 anos, deve fazer sua primeira partida como titular. Nesta sexta-feira, apresentaram-se no Centro de Treinamentos, em Curitiba, os dois novos reforços do time. O meia Ramón, que estava na Arábia, e o zagueiro Antonio Carlos, que vem do Ajaccio, da França.GRÊMIO X ATLÉTICO PARANAENSEGrêmio - Saja; Patrício, Schiavi, William e William Thiego (Itaqui) (Anderson Pico); Gavilán, Diego Souza, Adílson e Tcheco; Carlos Eduardo e Tuta. Técnico: Mano Menezes.Atlético-PR - Guilherme; Nei, Danilo, Rodolfo e Edno; Alan Bahia, Claiton, Valencia e Ferreira; Alex Mineiro e Dinei. Técnico: Antônio Lopes.Árbitro - Paulo Henrique de Godoy Bezerra (SC).Horário - 18h10.Local - Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.