Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Com segundo pior início da década, Palmeiras tenta reagir contra o Coritiba

Atual campeão brasileiro joga desfalcado no Couto Pereira para somar os primeiros pontos pelo Campeonato Brasileiro

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

07 de junho de 2017 | 07h00

Com o segundo pior início de Campeonato Brasileiro nos dez últimos anos, o Palmeiras joga contra o Coritiba nesta quarta-feira, no Couto Pereira, às 19h30, para pontuar pela primeira vez fora de casa e não deixar os adversários abrir vantagem na classificação. O time tem quatro pontos em quatro rodadas e jogará desfalcado contra um adversário motivado pela vitória sobre o Atlético-PR no clássico do último fim de semana.

O Palmeiras não contará com seis titulares para a partida em Curitiba. O técnico Cuca não terá entre convocados para amistosos de seleção e atletas problemas físicos os zagueiros Edu Dracena, Mina, o lateral Jean, o meia Guerra e os atacantes Dudu e Borja. O setor mais enfraquecido é a zaga, que deve ter uma dupla inédita, formada por Juninho e Antônio Carlos.

O time se preocupa com o momento, pois são três rodadas sem vitória e com os líderes a seis pontos de distância. "O Cuca é um treinador que passa muita confiança. Essa fase que estamos passando é questão de tempo, pelo time que temos", explicou o atacante Keno, substituto de Dudu na partida contra o Coritiba. "O Cuca vem fazendo modificações para testar quem está fora", completou.

O início ruim do Palmeiras, com 33% de aproveitamento dos pontos nas quatro primeiras rodadas, só não é pior nesta década do que o início da campanha de 2012. Na temporada em que foi rebaixado, o clube conquistou apenas um ponto nesses primeiros jogos, com um empate e três derrotas. No ano passado, quando foi campeão, a essa altura da competição tinha retrospecto um pouco superior, com seis pontos.

O Coritiba deve apostar na mesma formação titular que venceu o Atlético-PR, no sábado. Nesta terça, o atacante Kléber, ex-Palmeiras, disse em entrevista coletiva que mesmo com o elenco muito valioso, o Palmeiras não deve ser considerado favorito."O Palmeiras gasta 80 e poucos milhões com contratações. Mas temos jogadores também e, principalmente, jogadores que querem”, opina. "Não adianta você comprar um jogador que custa muito, mas não quer", comentou.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA X PALMEIRAS

CORITIBA: Wilson; Dodô, Werley, Márcio e William Matheus; Alan Santos, Matheus Galdezani e Tomas Bastos; Neto Berola (Rildo), Henrique Almeida e Kleber. Técnico: Pachequinho.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Antonio Carlos, Juninho e Egídio; Thiago Santos e Tchê Tchê; Raphael Veiga, Keno e Róger Guedes; Willian. Técnico: Cuca.

Juiz: Bráulio Machado (SC)

Na TV: Pay-per-view

Local: Couto Pereira, em Curitiba

Horário: 19h30 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.